icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
14/02/2015
12:48


A Dragões da Real, agremiação de uma das organizadas do São Paulo, levou o enredo “Acredite se puder” ao sambódromo do Anhembi.  Os 3.400 componentes fizeram uma  viagem pelo universo da imaginação infantil, no primeiro dia de desfile do Grupo Especial.  Com 25 alas e cinco alegorias, a tricolor foi a quarta escola a desfilar e apresentou duendes, fadas e bruxas, entre outros personagens que encantam as crianças e (por que não?) também atraem a curiosidade de adultos .

E MAIS:
> Veja quem está tentando, no São Paulo, acabar com a fama de bad boy
> Muricy não quer ver Fabuloso "passando fome"

O dragão – símbolo da escola -  ganhou vida e levou um menino chamado Tomé para conhecer lugares incríveis e seres lendários. Tomé – como o personagem bíblico – só acredita nas coisas vendo... E  teve a chance de conhecer , por exemplo, uma floresta encantada e seres extraterrestres. Também não faltaram Harry Potter (cuja biblioteca inspirou o carro abre-alas) e Willy Wonka, o dono da “Fantástica Fábrica de Chocolate”, tema da comissão de frente.   As baianas foram uma atração à parte, representando a cidade mitológica de Atlântida. E a última alegoria expôs a confiança da escola no sucesso no desfile: um enorme dragão carregava a taça de campeã.

A Dragões estava extremamente luxuosa e fez um dos melhores desfiles do primeiro dia. Com isso, é forte candidata para brigar pelos primeiros lugares.