icons.title signature.placeholder Alexandre Braz e Rodrigo Ciantar
02/04/2014
08:48

Reticente quanto à complexa negociação por Emerson Sheik, que ainda não definiu a situação com o Corinthians, e já sem a possibilidade de contratar Deivid, que vai se aposentar, a diretoria do Botafogo já começa a buscar outros nomes para reforçar o ataque. Nos últimos dias, Douglas Tanque, destaque do Penapolense no Paulistão deste ano, foi oferecido e tem sido muito bem avaliado internamente.

Douglas está emprestado ao Penapolense e pertence ao Corinthians, com quem tem contrato somente até 19 de abril deste ano. Mas o Timão já avisou que não conta com o retorno dele. Desta forma, o atacante ficaria livre para acertar com qualquer clube.

Ainda não foi aberta uma negociação com o grupo de empresários que cuida da carreira de Douglas, a Elenko Sports, mas o Botafogo, caso queira seguir com as conversas, terá de enfrentar a concorrência de outros clubes. O Palmeiras também já buscou informações sobre o atacante, indicado pelo técnico Gilson Kleina. Criciúma e Sport também estão interessados nele.

E MAIS
- Com Douglas, Botafogo passaria a ter três Tanques no elenco principal
- Palmeiras aprova Douglas Tanque e colhe informações sobre o atacante

Aos 20 anos, Douglas foi um dos principais nomes da Penapolense, que chegou até a semifinal do Campeonato Paulista, sendo eliminada pelo Santos. Ele foi artilheiro da equipe na competição, com cinco gols, ao lado de Alexandro.

O nome favorito da diretoria alvinegra, porém, segue sendo Emerson Sheik. A negociação ainda não está descartada, mas está cada vez mais difícil de acontecer, ainda mais por conta do recente caso de salários atrasados no elenco.

Sheik recebe salário de R$ 500 mil no Timão. A diretoria até aceitou arcar com a metade deste valor, mas R$ 250 mil ainda seria salgado para o Botafogo na atual situação. Sem contar que o atacante não vem demonstrando desejo de ser negociado.