icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/11/2013
12:53

Além de coringa de Muricy Ramalho no São Paulo, o lateral-direito Douglas tem sido o homem da bola parada do treinador. Contra o Atlético Nacional-COL (3 a 2), pela Sul-Americana, cruzou na cabeça de Antônio Carlos, assim como assistiu Rodrigo Caio na vitória sobre a Portuguesa (2 a 1), pelo Campeonato Brasileiro. No último domingo, também pelo Nacional, bateu a falta que originou o gol de Aloísio no empate em 1 a 1 com o Botafogo.

- O treinador me deu confiança para cobrar as bolas paradas e fico feliz que os gols tenham saído. Tenho melhorado cada vez mais e busco bater com perfeição. Tento aprimorar isso, porque facilita bastante para os cabeceadores. Por isso procuro dar o meu melhor e busco essa bola aérea pra sair o gol - disse, ao site oficial do clube.

Nesta quarta-feira, em Mogi Mirim, Douglas deverá ser titular para o jogo de volta diante da Ponte Preta, válido pela semifinal da Sul-Americana. Na ida, no Morumbi, o São Paulo perdeu por 3 a 1 e o lateral foi preterido por Muricy, que arrancou o duelo com Lucas Evangelista entre os 11, alteração que fragilizou o lado direito tricolor.

Contudo, independentemente de iniciar o confronto com a Macaca ou não, o são-paulino espera participar de alguma forma e ajudar a equipe a garantir uma vaga na decisão do torneio continental para, quem sabe, conquistar o bicampeonato - em 2012, o São Paulo bateu o Tigre (ARG) na final e ficou com o título.

- Respeito sempre a opinião do professor. Ele é uma grande pessoa e foi campeão por onde passou. O Muricy tem o grupo na mão e sabe o que está fazendo. Seja jogando ou entrando no decorrer dos jogos, estou sempre à disposição dele. Acima de qualquer coisa, estou com ele e vou trabalhar para aproveitar bem as oportunidades - completou.