icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2014
10:44

Dorival Júnior realizou uma atividade tática na manhã desta sexta-feira na Academia de Futebol, e aproveitou para fazer diversos testes no Palmeiras. Ainda em dúvida quanto à utilização de Allione, o comandante realizou testes, especialmente entre o jovem argentino, Mouche e Mazinho. Até Valdivia foi tirado da equipe no fim da atividade.

Com direito a diversas ordens e gritos de elogio, Dorival Júnior esboçou o time em um trabalho sem reservas, apenas com o goleiro Raphael Alemão como adversário. Começou a movimentação com João Pedro, Nathan, Tobio e Victor Luis; Renato, Marcelo Oliveira, Allione e Valdivia; Mouche e Henrique.

Desde o início, o treinador mudou constantemente a equipe e cobrou bastante envolvimento dos jogadores de meio e dos laterais nas jogadas de ataque. Dorival recomendou, nos lances criados por João Pedro, que o lateral procurasse Henrique na área - o atacante é o artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 15 gols.

Mazinho, titular nos últimos três jogos, entrou na vaga de Mouche, e pouco depois o camisa 14 voltou no lugar de Allione. Já no fim, Valdivia, que corre o risco de não enfrentar o São Paulo por conta da convocação para a seleção chilena (o clube pediu sua dispensa, mas não foi respondido), também saiu, para o retorno do jovem argentino, de 20 anos de idade.

Assim como no início, Dorival Júnior conversou com os jogadores. O primeiro papo durou cerca de dez minutos, e o segundo foi mais rápido, antes de parte dos atletas seguirem para o treino de finalizações. Lúcio, agora reserva, nem apareceu no campo - o jogador está com uma virose. Depois do trabalho, ele admitiu que a dúvida está entre Mouche, Allione e Mazinho por duas vagas na equipe.

Para enfrentar o Atlético-MG neste sábado, às 19h30, no Pacaembu, o Palmeiras não terá Wesley, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com 39 pontos, o Verdão é o 13º colocado do Nacional, a cinco pontos da zona de rebaixamento.