icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2013
16:18

O técnico Dorival Júnior explicou nesta quarta-feira a decisão de poupar o meia Juninho Pernambucano na partida contra o Goiás, no estádio Serra Dourada. Como o Reizinho ficou um bom tempo sem jogar nos Estados Unidos, a intenção é tê-lo inteiro para o clássico com o Botafogo, domingo, no Maracanã. Além disso, o jogador está pendurado com dois cartões amarelos.

- Nós conversamos com ele. O maior problema não é o jogo de quinta, mas a recuperação para sexta, já que ele não vinha tendo sequência de jogos nos EUA - afirmou Dorival, durante entrevista coletiva antes do treino desta tarde.

Desde que voltou, Juninho comandou o Cruz-Maltino nas vitórias contra Fluminense e Criciúma. Inclusive, após estes jogos, o craque foi eleito "o cara da rodada". Apesar de tamanha importância, o treinador optou por preservar o atleta, para contar com ele em bom ritmo durante mais tempo.

- Ele vinha para a terceira partida seguida. Quando estiver com ritmo de trabalho, de repente ele acaba realizando partidas em sequência. O Palmeiras está tendo o mesmo cuidado com Valdívia - afirmou, lembrando do meia chileno, que sofre com constantes lesões.

Para compensar a ausência de Juninho contra o Goiás, Dorival Júnior pode escalar Edmilson, formando um trio de ataque com Eder Luis e André. Mas o treinador ainda espera a regularização de Guiñazú e caso isso aconteça até o fim do dia, o argentino será escalado como titular.  O Vasco viaja para Goiânia logo após o treino desta quarta-feira.

O técnico Dorival Júnior explicou nesta quarta-feira a decisão de poupar o meia Juninho Pernambucano na partida contra o Goiás, no estádio Serra Dourada. Como o Reizinho ficou um bom tempo sem jogar nos Estados Unidos, a intenção é tê-lo inteiro para o clássico com o Botafogo, domingo, no Maracanã. Além disso, o jogador está pendurado com dois cartões amarelos.

- Nós conversamos com ele. O maior problema não é o jogo de quinta, mas a recuperação para sexta, já que ele não vinha tendo sequência de jogos nos EUA - afirmou Dorival, durante entrevista coletiva antes do treino desta tarde.

Desde que voltou, Juninho comandou o Cruz-Maltino nas vitórias contra Fluminense e Criciúma. Inclusive, após estes jogos, o craque foi eleito "o cara da rodada". Apesar de tamanha importância, o treinador optou por preservar o atleta, para contar com ele em bom ritmo durante mais tempo.

- Ele vinha para a terceira partida seguida. Quando estiver com ritmo de trabalho, de repente ele acaba realizando partidas em sequência. O Palmeiras está tendo o mesmo cuidado com Valdívia - afirmou, lembrando do meia chileno, que sofre com constantes lesões.

Para compensar a ausência de Juninho contra o Goiás, Dorival Júnior pode escalar Edmilson, formando um trio de ataque com Eder Luis e André. Mas o treinador ainda espera a regularização de Guiñazú e caso isso aconteça até o fim do dia, o argentino será escalado como titular.  O Vasco viaja para Goiânia logo após o treino desta quarta-feira.