icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/02/2015
20:53

Substituído no intervalo da goleada por 4 a 0 sobre o Osasco Audax, neste sábado, o zagueiro Dória não é motivo de preocupação para o jogo contra o Danúbio (URU), quarta-feira, às 22h, pela Copa Libertadores. O jovem de 20 anos sentiu o tornozelo direito ainda na derrota para o Corinthians, quarta passada, mas deverá ser utilizado normalmente no próximo compromisso, segundo o técnico Muricy Ramalho.

- O Dória não teve uma contusão séria, não. Achamos por bem tirar ele para não agravar. Mas está bem, não sentiu grande coisa e acho que não é nenhum problema - explicou Muricy, que ainda precisou explicar a ausência de Paulo Henrique Ganso no duelo contra o Audax.

Ganso participou da derrota para o Corinthians e saiu do gramado da arena de Itaquera reclamando da arbitragem do mineiro Ricardo Marques Ribeiro. As declarações do jogador renderam ameaças do árbitro de processo na Justiça. Na reapresentação, o atleta pediu para não jogar a próxima rodada do Estadual e assim se preparar melhor para a segunda partida da fase de grupos da Libertadores, que será no Morumbi. De acordo com o treinador tricolor, a tendência é que seu camisa 10 também atue.

- O Ganso estava escalado, mas pediu para ficar fora porque não estava bem. Já treinou e se estiver bem joga na quarta-feira - falou o técnico.

A escalação do São Paulo para o compromisso diante do rival uruguaio deverá ser a mesma da goleada sobre o Osasco Audax, exceção feita apenas a Thiago Mendes, que deve deixar o time para a entrada de Ganso. Pato, fora contra o Corinthians por motivo contratual, volta ao time no ataque, e Michel Bastos deverá ser mantido como meia.