icons.title signature.placeholder Carlos Alberto Vieira, Igor Siqueira e Thiago Correia
09/07/2014
16:12

A parte final da entrevista coletiva da comissão técnica da Seleção Brasileira na Granja Comary, em Teresópolis, foi bastante inusitada. Tudo porque o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira resolveu ler uma carta enviada ao técnico Felipão depois da derrota para a Alemanha, na semifinal da Copa do Mundo.

- Eu não ia falar isso, mas está aqui na minha mão uma das centenas de cartas que nós recebemos - disse Parreira, que, em seguida, leu o texto escrito por uma "Dona Lúcia.

A situação chamou atenção nas redes sociais. Até um perfil falso da Dona Lúcia foi criado no Twitter. O termo "Dona Lúcia" apareceu nos tranding topics da rede social no Brasil.



E MAIS:
> Comissão técnica rebate críticas com ironia: "Chegamos à semifinal"
> Mesmo após surra para a Alemanha, Felipão exalta trabalho na Seleção
> L!TV Felipão faz desabafo após goleada. Assista!
> Granja ganha reforço de policiamento para retorno da Seleção Brasileira
> Com vexame, Fuleco sai de cena em Teresópolis após ameaça de depredação
> Sai o pagode, entra a marcha fúnebre: o retorno da Seleção para a Granja
> Em rede social, empresário de Neymar 'detona' técnico Felipão: 'Ridículo'

CONFIRA A CARTA NA ÍNTEGRA

"Professor Felipão,

Acabo de ver a coletiva dada pelo senhor. Mais uma vez vi diante da câmera um homem íntegro e corajoso falando à nação. Fiquei muito triste ao constatar que o ser humano, muitas vezes, é de uma crueldade sem limites. Tive esse sentimento ao ouvir um jornalista lhe perguntar sobre uma possível dívida do senhor com a nação brasileira. E o senhor mesmo, sofrendo mais do que qualquer um ali, com sua humildade peculiar, deu uma resposta verdadeira e coerente. Parabéns.

Mais uma vez provou que é um grande homem. Um ser humano ímpar. Eu, como os demais brasileiros, gostaria de estar comemorando outro resultado. Porém, sei que ninguém perde por vontade própria. Meu e-mail é para agradecer os momentos de grande felicidade que o senhor e sua equipe proporcionaram a esta nação. Foram vários.

Parabéns pelo seu trabalho e boa sorte nos próximos jogos. E tenho a certeza que o senhor comandará com sua inquestionável competência. Dizem que as mulheres não entendem de futebol, porém entendemos de seres humanos. Portanto, envio um abraço carregado de carinho para o senho e toda a sua equipe.

Fique com Deus e lembre-se que o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer. Quero dizer com essa citação que vai passar e tudo ficará bem. Saiba que, como eu, há várias pessoas que estão apoiando a nossa Seleção, que tem o privilégio de ser comandada pelo senhor.

Receba um abraço de uma brasileira anônima, que não conhece muito de futebol, mas que o admira muito e sabe que você fez o melhor.

Lúcia.