icons.title signature.placeholder Sérgio Arêas
18/03/2014
16:45

A exposição itinerante We Speak Football terá, além das peças do museu inglês, uma série de segmentos interativos, o que, para os organizadores, será o grande diferencial. A mostra será dividida em dois tempos, como uma partida de futebol. No primeiro, haverá cinco ambientes, divididos entre história, craques da bola, Copa do Mundo Fifa, torcedores e arte do futebol.

Na seção da história, destaque para a camisa usada por Pelé na Copa da Suécia, a primeira que o Rei do futebol vestiu em copas. Além da camisa Canarinho, a bola usada no segundo tempo da final da primeira Copa do Mundo, em 1930, e uma das medalhas de ouro conquistadas pelos uruguaios, primeiros campeões, estarão em exposição, assim como uma réplica do primeiro livro de regras da Football Association, de 1863.

- Para mim essas são as peças mais valiosas da exposição - garantiu Christian Wacker.

Na seção craques da bola, 11 dos maiores jogadores de todos os tempos estarão em destaque. Pelé, Maradona, Zidane, Beckenbauer, Maldini, Puskas, Cruyff, Di Stéfano, Yashin, Eusébio e a ex-atacante norte-americana Lia Hamm foram selecionados. Em destaque, a camisa que Diego Maradona usou na partida contra a Inglaterra, na Copa do Mundo de 1986, no México, quando marcou o gol com 'A mão de Deus'.

As Copas do Mundo serão revisitadas por meio de filmes e jogos interativos, como em quase toda a exposição. E um dos que devem mais chamar a atenção do público está na segunda parte, totalmente direcionada para a interatividade.

Atrações como jogos de botão, fliperama, cobranças de pênalti com um goleiro virtual e a história dos 20 anos do jogo de futebol da Nintendo, com a evolução deste game, prometem mobilizar os visitantes.

- Também teremos livros digitais com as regras, simulações nas quais os visitantes poderão ser árbitros a até técnicos - afirmou Wacker.