icons.title signature.placeholder VINÍCIUS PERAZZINI
28/06/2014
20:44

Geralmente, técnicos e jogadores das mais diversas seleções tem feito declarações de carinho ao Brasil em troca de incentivos das arquibancadas. Porém, o técnico da Grécia, Fernando Santos, 'rasgou o protocolo' e decidiu 'comprar briga' com a torcida daqui. Em entrevista coletiva antes das oitavas contra a Costa Rica, neste domingo, às 17h, na Arena Pernambuco, o treinador soltou o verbo quando perguntado como seu time irá se comportar com a pressão do público, que no Recife está em sua maioria esmagadora apoiando os costarriquenhos.

- Temos que vencer a Costa Rica, não o público. É natural que haja mais gente da Costa Rica, pela proximidade, e é normal também que os brasileiros apoiem os latinos. Porém, a torcida contra nós é muito ativa. Não sei porque não gostam da Grécia, tivemos três jogos com torcida contra. Bem... que a torcida brasileira venha contra a Grécia. Torçam contra agora, e nos próximos jogos. Continuem torcendo contra nós - disparou Fernando Santos, que é português.

Apenas seis times europeus estão nas oitavas de final. No entanto, Fernando Santos afasta da Grécia o peso do fracasso das demais seleções.

- O fato de estar representando a Europa enquanto outras seleções já saíram não nos interfere em nada. Não vamos assumir as responsabilidades dos outros. A nossa responsabilidade é querer avançar cada vez mais na Copa e fazer do futebol grego mais conhecido e respeitado - disse.