icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
02/02/2015
12:33

Em entrevista ao Sky Sports durante a sessão de fotos com o troféu em Melbourne, sua quinta conquista do Aberto da Austrália, Novak Djokovic, número 1 do mundo, disse não se sentir como um dos melhores de todos os tempos após seu oitavo Grand Slam.


O sérvio igualou nomes como o americano Andre Agasis, o tcheco Ivan Lendl e o americano Jimmy Connors empatado na oitava posição como o maior vencedor de Majors.Roger Federer é o líder com 17 conquistas seguido por Rafael Nadal e Pete Sampras, com 14.

Djokovic ergueu a taça na Austrália pela quinta vez ao superar Andy Murray por 7/6 (7/5) 6/7 (7/4) 6/3 6/0 no domingo.

"Cada vitória de Grand Slam é especial. Com essa vitória agora é um novo capítulo em minha família, ter me casado, me tornado pai, tudo isso em seis, sete meses, me deu uma energia, nova motivação que usei nas últimas semanas. Não me sinto um dos melhores de todos, claro que fico lisonjeado em estar no grupo dos maiores vencedores com oito Grand Slams ao lado de lendas como Agassi e Lendl, esses caras marcaram para a história do esporte e é ótimo estar com eles", disse o tenista que tem 132 semanas no topo do ranking e deve ultrapassar Rafael Nadal em abril - espanhol tem 141 - se tornando o sexto jogador com maior número de semanas na liderança.