icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2014
17:40

O sérvio Novak Djokovic teve motivos para chorar neste domingo. Vencendo o torneio de Wimbledon pela segunda vez, o tenista alcançou o primeiro lugar do ranking após 9 meses de ausência e dedicou o feito à sua ex-técnica, Jelena Gencic.

- Dedico isso à minha futura esposa e nosso futuro filho. Serei um pai logo, é uma grande alegria da vida. E por fim, mas não por último, dedico à minha primeira técnica, que me ensinou o básico do tênis, como me comportar e tudo que sei sobre isso, Jelena Gencic. Infelizmente ela faleceu ano passado e isso é para ela - disse Djoko.

Jelena faleceu em junho do ano passado, aos 76 anos. Djokovic lembrou de quando segurava um um troféu "de mentira" de Wimbledon, quando praticava com Gencic quando criança. Djoko descreveu a ex-técnica como sua segunda mãe.

Para vencer a partida, o sérvio precisou batalhar por quase 4 horas para bater o heptcampeão de Wimbledon, Roger Federer, mas conseguiu, por 3 sets a 2.

- É por isso que Roger tem 17 Grand Slams, porque nos momentos importantes ele cresce com seus melhores lances. Roger, eu respeito sua carreira e tudo que você fez. Obrigado por me deixar ganhar hoje - brincou Djokovic.

- Foi uma grande final. Não acredito que aguentei cinco sets. Não estava bom para mim por um tempo. Eu só posso parabenizar o Novak. Foi muito merecido - comentou Federer.