icons.title signature.placeholder Lucas Pastore
13/12/2013
10:30

Vlade Divac e Drazen Petrovic protagonizam uma das histórias mais emocionantes do esporte mundial. Amigos na época de seleção iugoslava, tiveram de se afastar quando o segundo passou a vestir as cores da Croácia por pressões políticas. Pior: ele ainda morreu em um acidente de carro antes da relação voltar ao normal. Hoje presidente do Comitê Olímpico Sérvio, Divac quer usar sua posição privilegiada para evitar que episódios como esse voltem a acontecer.

- O esporte existe exatamente por esse motivo, para contribuir na construção de um mundo melhor. Depois de tudo, um dos valores básicos das Olimpíadas é a amizade, então o esporte deveria sempre ser usado a favor da paz e para resolver questões e diferenças políticas – disse Divac, ao LANCE!Net.

O desgaste do relacionamento dos dois é mostrado no documentário "Once Brothers", da ESPN. Hoje, mesmo mais de 20 anos depois da morte do amigo, o sérvio diz que ainda sente fala dele.

- Sempre que alguém parte tão jovem e antes de completar seu tempo é uma grande perda. Drazen era um grande atleta, um dos melhores e eu não apenas sinto muito sua falta, como o basquete também sente, já que ele poderia ter contribuído muito mais para o esporte – declarou.