icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/11/2014
09:00

A diretoria do Corinthians foi criticada com veemência durante este ano por pagar a totalidade ou parte do salário de diversos jogadores que vestiam a camisa de outro clube. Emerson Sheik, que neste momento curte férias no Rio, e Alexandre Pato, que atua pelo rival São Paulo, são os dois mais citados quando o assunto é abordado.

Algo que, segundo Edu Gaspar, não acontecerá com tanta frequência na próxima temporada. De acordo com o gerente de futebol do Timão, a intenção da diretoria é a de pagar jogadores que vestirão a camisa alvinegra, e não para atuar em clubes rivais. O dirigente aproveitou ainda para tentar explicar a situação tão criticada durante a temporada 2014.

- Nem todos os jogadores pagamos integralmente o salário, tem de ver o ponto técnico também. Valeria ficar aqui e não usarmos? Tem de ser realista. Sempre olham para o lado negativo, mas olhamos para o lado técnico, esta aí o mercado, como um clube grande a gente tende emprestar mais do que os menores, isso faz parte - afirmou Edu Gaspar, que ainda completou:

- É ser criterioso para contratar para que não vá para esse estágio, teremos poucos em 2015 para esse perfil - garantiu.

Além de Emerson Sheik e Alexandre Pato, o Corinthians desembolsou salários para que outros jogadores atuassem fora do clube, como Ramirez (Botafogo), Julio Cesar (Náutico), Nenê Bonilha (Vila Nova), entre outros. O LANCE!Net mostrou que boa parte deles ficará sem contrato no próximo dia 31 de dezembro.