icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2013
19:58

Robinho é um aliado do Santos nas negociações com o Milan (ITA). O jogador já avisou aos cartolas do clube italiano que deseja retornar ao Brasil, mais especificamente para a Vila Belmiro.

O desejo do atacante contribui para que o Peixe force os rossoneros a baixarem ainda mais a pedida pelo Rei do Drible. No começo, o Milan exigia 10 milhões de euros, mas agora, disposto a vendê-lo para fazer caixa, já aceita negociá-lo por oito (cerca de R$ 23 mi), valor ainda considerado alto pela diretoria alvinegra.

– Robinho quer voltar ao Santos, vamos ver se podemos encontrar um acordo – afirmou Adriano Galliani, principal executivo do clube italiano, ao jornal Corrieri dello Sport.

A imprensa italiana dá a volta de Robinho ao Peixe como quase certa, mas o negócio não é tão fácil. O Comitê de Gestão santista ainda não concorda com os valores apresentados. A possibilidade de um dirigente viajar à Europa nos próximos dias para negociar com o Milan não está descartada. É preciso agilidade, já que a janela para a chegada de jogadores ao Brasil fecha no dia 20.

Além de manifestar o desejo de deixar o San Siro, o Rei do Drible "colabora" com a transferência ao aceitar baixar sua pedida salarial. No começo das negociações, o agente Mino Raiola, que conduzia as tratativas, afirmava que o atacante desejava R$ 1,2 milhões. Agora, Marisa Alija Ramos, representante do jogador, alega que ele aceita ganhar bem menos que isso.

Em meio ao impasse, Robinho, que passava férias na Baixada Santista há cerca de dois meses, deve se reapresentar junto com o restante do elenco rossonero neste domingo. Aos 29 anos, ele tem contrato com o Milan até agosto de 2014.

A reportagem do L!Net tentou contato com dirigentes do Santos nos últimos dias, mas não foi atendida.

Robinho é um aliado do Santos nas negociações com o Milan (ITA). O jogador já avisou aos cartolas do clube italiano que deseja retornar ao Brasil, mais especificamente para a Vila Belmiro.

O desejo do atacante contribui para que o Peixe force os rossoneros a baixarem ainda mais a pedida pelo Rei do Drible. No começo, o Milan exigia 10 milhões de euros, mas agora, disposto a vendê-lo para fazer caixa, já aceita negociá-lo por oito (cerca de R$ 23 mi), valor ainda considerado alto pela diretoria alvinegra.

– Robinho quer voltar ao Santos, vamos ver se podemos encontrar um acordo – afirmou Adriano Galliani, principal executivo do clube italiano, ao jornal Corrieri dello Sport.

A imprensa italiana dá a volta de Robinho ao Peixe como quase certa, mas o negócio não é tão fácil. O Comitê de Gestão santista ainda não concorda com os valores apresentados. A possibilidade de um dirigente viajar à Europa nos próximos dias para negociar com o Milan não está descartada. É preciso agilidade, já que a janela para a chegada de jogadores ao Brasil fecha no dia 20.

Além de manifestar o desejo de deixar o San Siro, o Rei do Drible "colabora" com a transferência ao aceitar baixar sua pedida salarial. No começo das negociações, o agente Mino Raiola, que conduzia as tratativas, afirmava que o atacante desejava R$ 1,2 milhões. Agora, Marisa Alija Ramos, representante do jogador, alega que ele aceita ganhar bem menos que isso.

Em meio ao impasse, Robinho, que passava férias na Baixada Santista há cerca de dois meses, deve se reapresentar junto com o restante do elenco rossonero neste domingo. Aos 29 anos, ele tem contrato com o Milan até agosto de 2014.

A reportagem do L!Net tentou contato com dirigentes do Santos nos últimos dias, mas não foi atendida.