icons.title signature.placeholder Paulo Giannini
14/04/2014
07:45

No último domingo, no Pacaembu, o Galo de Itu perdeu por 1 a 0 do Santos no tempo normal. Na decisão por pênaltis, sete a seis para o Itu, campeão paulista de forma dramática.

Foram quase duas décadas como jogador e alguns anos como dirigente para conquistar um dos estaduais mais fortes do país. Enfim, o título do Paulistão veio. Mesmo fora das quatro linhas, Juninho é um dos grandes responsáveis pelo Ituano chegar aonde chegou.

Nos 17 anos em que foi jogador profissional, Juninho Paulista apresentou ótimo futebol e conquistou muitos títulos. Entre eles, muitos merecem lugar de destaque, como a Taça Libertadores da América e a Copa Intercontinental (Mundial de Clubes), vencidos pelo São Paulo em 1993.

Além disso, venceu Brasileirão de 2000 com o Vasco e a Copa da Liga Inglesa, pelo desconhecido Middlesbrought (ING) em 2004. Com a
amarelinha, Juninho venceu a Copa das Confederações em 1997 e foi pentacampeão na Copa de 2002.

Mas ainda faltava o Paulista. O estadual bateu na trave em 1994 com o São Paulo vice-campeão e mais tarde com o Palmeiras, terceiro lugar em 2006. Quando voltou ao Ituano em 2010, para encerrar a carreira no time que o projetou, foi fundamental para salvar o Galo do rebaixamento, com uma vitória sobre a Portuguesa, de virada, na última rodada.

Juninho como dirigente

Após salvar o time da degola em 2010, abandonou os gramados e virou diretor de futebol. No novo cargo, foi um dos grandes responsáveis por iniciar um processo de reestruturação interna e modernização do Estádio Novelli Júnior. Trabalhou na recuperação das categorias de base do time e conseguiu formar um elenco competitivo. Acabou recompensado com o título que lhe faltava.

Após a decisão por pênaltis contra o Santos, no último domingo, Juninho exaltou a competência dos atletas da equipe:

- O que esses caras fizeram ao longo do campeonato, principamente na final, não é facil. Os jogadores do Santos vieram com outro espírito, para ganhar o titulo. Mas nossos jogadores estavam muitos determinados e foi merecido. Eu fico feliz por eles - afirmou o gestor do Galo de Itu.

No início do ano, o objetivo era permanecer na elite do paulista. Hoje, além de campeão, o clube está classificado para o Brasileirão da Série D deste ano e para a Copa do Brasil de 2015. O time se classificou na frente de Corinthians, venceu o São Paulo e eliminou o Palmeiras, tudo antes de chegar na final contra o Santos. O resto,  já sabemos.

Juninho Paulista comenta como conseguiu reerguer o Ituano