icons.title signature.placeholder Guilherme Borini
24/06/2014
16:16

A notícia de um possível pedido de demissão do técnico Paulo Bento da seleção de Portugal, caso não consiga a classificação às oitavas de final da Copa do Mundo, pegou a Federação Portuguesa de surpresa. O boato foi veiculado na imprensa lusa nesta terça-feira, mas desmentido pelo vice-presidente da entidade, Humberto Coelho.

- Não sei o que Paulo Bento vai pensar, até agora não me disse nada. Não sei o que vai pensar amanhã, depois de amanhã ou na próxima semana. Eu não posso dizer o que ele pensa, isso tem de ser perguntado a ele, não a mim. As notíticas têm falado que ele vai embora, foi capa de um jornal. Não tem nada a ver. De fato, não chegou nada a nós da Federação qualquer indício que ele vai colocar o lugar à disposição ou que queremos deixar de trabalhar com ele - declarou o dirigente português.

Paulo Bento, de 45 anos, assumiu a seleção portuguesa em novembro de 2010. Sob o comando da equipe, chegou às semifinais da Euro, em 2012, e conseguiu a classificação para a Copa. Os bons resultados até então renderam renovação de contrato até 2016.

No entanto, a má campanha na Copa do Mundo e a possível eliminação ainda na primeira fase podem criar atritos entre o treinador e a Federação. Paulo Bento e os dirigentes portugueses se reunirão logo após o término do Mundial para decidir o futuro do comandante da seleção.

Vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol concede entrevista coletiva em Campinas (Foto: Guilherme Borini)