icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/12/2013
08:30

A passagem de André Villas-Boas pelo Tottenham pode estar perto do fim. Depois da nova goleada sofrida pelo clube, desta vez um 5 a 0 do Liverpool, o treinador balança ainda mais, e o presidente dos Spurs, Daniel Levy, até já teria convocado uma reunião com os diretores nesta segunda-feira para discutir novos nomes. Porém, o português, que assumiu a culpa pela humilhação, diz que não entrega o cargo. O time já havia perdido para o Manchester City por 6 a 0.

- Foi complicado para nós e o Liverpool estava em um dia espetacular. Eles aplicaram muita pressão e merecidamente fizeram 2 a 0 logo. Nossa resposta veio no segundo tempo, mas Paulinho foi expulso, e então o Liverpool dominou mais. Eu assumo a responsabilidade pela falha - disse Villas-Boas à Sky Sports, para depois falar sobre o seu emprego:

- Na Premier League, nem sempre as coisas vão do jeito que a gente quer, e foi uma frustração para todos. Sobre a minha posição, não sou que decido, não vou entregar o cargo, não vou desistir. Posso apenas trabalhar para melhorar as coisas.

Recentemente, o nome de André Villas-Boas foi especulado para um possível retorno ao Porto, aonde mais brilhou, com a conquista de quatro títulos em apenas um ano. O atual treinador do Dragão, Paulo Fonseca, que também balança, até chegou a se irritar com os boatos.