icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
01/11/2013
15:08

Na reapresentação dos jogadores do América-MG, após derrota contra o Paysandu, pela 32º rodada da Série B, o Gerente de Futebol do clube, Flávio Lopes falou sobre os assuntos polêmicos envolvendo a arbitragem no revés da equipe americana. Em entrevista coletiva, o dirigente comentou também sobre a expulsão do meia Willians.

- Em relação ao atleta (Willians), o clube tem suas normas que têm que ser cumpridas. Todo ato que observamos, que fere essas normas, nos reunimos para avaliar as situações e tomar providencias. Ele já foi comunicado disso, porque todo jogador quando chega ao clube recebe este Manual de Normas e Procedimentos de Conduta Profissional. Nele estão previstas as punições para atos de indisciplina. Portanto, cabe apenas a nossa interpretação para estabelecer a situação - comentou Flávio, que ainda fez questão de demonstrar sua insatisfação com a arbitragem

- Erros que têm tido uma consequências de gols contra o América ou em situações que poderiam ser favoráveis para nós. Por exemplo, o lance aos 42 minutos do segundo tempo contra o Ceará, que o atleta Alessandro saiu dois metros atrás do último adversário e o bandeira marcou impedimento. Ali poderia sair o gol a vitória, porque o Alessandro ficaria na cara do gol. O pênalti não marcado no Marcelo Rosa, quase no fim do jogo conta o Sport, que vencemos por 3 a 1. Agora, o lance do impedimento do gol de ontem aos dois minutos; um gol que poderia ter mudado o panorama da partida - finalizou.

O América-MG entra em campo na noite desta sexta-feira,  contra o ASA, às 21h, na Arena Independência. O time de Belo Horizonte ocupa a oitava colocação na Série B, com 48 pontos.