icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
12/12/2013
21:43

A conquista do São Paulo sobre o Milan (ITA) no Mundial Interclubes de 1993 rendeu ao ex-diretor de futebol do Tricolor na época, Kalef João Francisco, uma das peças mais raras que alguém poderia ter conseguido naquela decisão em Tóquio. E quem pensa que foi a camisa de um são-paulino, está enganado.

Presente no lançamento do livro de Zetti sobre o título, nesta quinta-feira, vestindo uma camisa do Milan, Kalef diz que correu para o vestiário do São Paulo naquele dia em busca de um uniforme do clube do Morumbi. Na volta para o campo, enquanto Telê Santana e seus comandados celebravam o bi, o dirigente se aproximou de Massaro e pediu para trocarem de camisa. E o italiano, autor de um dos gols milanistas, aceitou. 

No início da década de 90, Massaro era um dos destaques não só dos rossoneri - como a equipe de Milão é chamada , mas também da Seleção Italiana. Na disputa por pênaltis da final da Copa do Mundo de 1994, porém, o atacante foi um dos jogadores que desperdiçaram sua cobrança, ajudando o Brasil a conquistar o tetra.

Zetti autografa o livro de Kalef, que conta os bastidores da conquista em 93 (Foto: Bruno Rodrigues)

Atualmente, Kalef João Francisco apoia a chapa de oposição do São Paulo para as eleições presidenciais de abril do ano que vem, liderada pelo candidato Kalil Rocha Abdalla. Além do ex-diretor de futebol, o oposicionista e ex-superintendente do clube Marco Aurélio Cunha também marcou presença no lançamento do livro de Zetti.