icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/12/2013
14:57


Enquanto fala que não vai fazer loucuras para contratar jogadores porque as cifras estão fora da realidade, a diretoria do Corinthians entende que não errou ao pagar R$ 40 milhões para tirar Alexandre Pato do Milan (ITA), em janeiro deste ano.

- Quando compramos o Pato, foi uma oportunidade. Ele é um grande jogador, menino, ainda muito novo, não estamos arrependidos. Vai dar alegrias para a torcida ainda - afirmou o diretor de futebol do Timão, Roberto de Andrade.

O camisa 7 chegou a ser titular com boa sequêcia no início, mas depois começou a somar atuações ruins e caiu na desgraça da torcida. Mesmo fechando a temporada como vice-artilheiro do time, com 17 gols, apenas um a menos do que Guerrero, que fez 18, Pato não agradou.

O jogador sempre foi cobrado, inclusive por companheiros, diretoria e técnico Tite, para ter mais vontade em campo. O estopim foi quando ele despediçou um pênalti na decisão diante do Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil, ao tentar dar uma cavadinha contra Dida.

Depois do episódio, a diretoria decidiu que poderia negociá-lo caso uma boa proposta aparecesse. O clube pede pelo menos 12 milhões de euros (cerca de R$ 38 milhões) para liberá-lo. Uma proposta de oito milhões de euros do Arsenal (ING) foi recusada.

- Negociável, todo jogador é. Só que, para haver uma negociação, é preciso ter um interessado. Também não fomos procurados por jogador querendo sair - disse Andrade.

GRANA DE PAULINHO VAI QUITAR DÍVIDA POR PATO

A diretoria do Corinthians não terá dor de cabeça para quitar as duas parcelas de cinco milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões) cada que ainda estão abertas pela compra de Alexandre Pato do Milan (ITA). Isso porque o clube usará duas parcelas, do mesmo valor, que tem direito pela venda de Paulinho ao Tottenham (ING), em agosto.

O volante foi liberado aos ingleses por 20 milhões de euros (cerca de R$ 64 milhões), sendo que a metade desse valor era direito do Timão – outra metade pertencia ao Grupo Pão de Açucar. Os dois pagamentos serão realizados pelo Tottenham no mesmo mês do pagamento que terá de ser feito aos italianos. Em resumo: o dinheiro dos ingleses será repassado ao Milan.

O Corinthians ainda aguarda uma proposta europeia por Pato na janela internacional de transferência. Recentemente, o Arsenal (ING) ofereceu oito milhões de euros (R$ 25 milhões), mas o valor foi considerado muito baixo pela diretoria, que não abriu negociação – quer, pelo menos, 12 milhões de euros.