icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/03/2014
10:07

O búlgaro Grigor Dimitrov (22º) vai fazer a sua primeira final de ATP 500 da carreira. Na noite desta sexta-feira, o namorado de Maria Sharapova surpreendeu ao derrotar o britânico Andy Murray (6º) e avançar à decisão em Acapulco, no México, torneio que era disputado no saibro, mas este ano alterou o piso para o rápido.

Em uma partida muito disputada, Dimitrov teve muito trabalho para eliminar o atual campeão de Wimbledon. Para obter sua quinta vitória contra um tenista do top 10, ele precisou de três sets, com parciais de 4-6, 7-6 (7-5) e 7-6 (7-3). Na madrugada deste sábado para domingo, a partir de 0h, encara o sul-africano Kevin Anderson (21º) na final.

- Acho que essa é a maior vitória da minha carreira. Sempre considerei o Andy (Murray) um jogador inacreditável. Fiquei muito feliz com o modo que joguei. Ele não desiste fácil, mas eu queria muito vencer - disse Dimitrov.

Adversário do búlgaro na final, Kevin Anderson, de 2,03m, eliminou o ucraniano Alexandr Dolgopolov (38º), que havia sido finalista no Aberto do Rio, por 6-1, 5-7 e 6-4.

Anderson vem de uma final em Delray Beach na última semana, onde perdeu para o croata Marin Cilic.

Independente de quem vencer a final, certo é que Acapulco não terá um campeão espanhol, como aconteceu nos últimos seis anos, quando Rafael Nadal, David Ferrer (3) e Nicolas Amlagro (2) foram campeões. O último vencedor não espanhol foi o argentino Juan Ignacio Chela, em 2007.

Sul-africano também joga final de duplas

Ao lado do australiano Matthew Ebden, o sul-africano Kevin Anderson também jogará a final de duplas. Logo após a decisão contra Grigor Dimitrov, ele e seu parceiro entrarão em quadra para disputar o título de duplas contra o espanhol Feliciano Lopez e o bielorrusso Max Mirnyi.

Vale lembrar que Dimitrov também competiu nas duplas. Porém, ao lado do austríaco Jurgen Melzer, caiu na primeira rodada para o polonês Lukas Kubot e o sueco Robert Lindstedt.

Apesar de ter dois títulos de simples, em Delray Beach-2012 e Joanesburgo-2011, Anderson busca seu primeiro troféu de duplas. Ele já foi finalista duas vezes, ambas e. 2012.