icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/03/2014
18:13

A presidenta Dilma Rousseff recebeu, na tarde desta tarde quinta-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília, as visitas do volante Tinga, do Cruzeiro, e do árbitro gaúcho Márcio Chagas Filho. A dupla foi vítima de atos racistas em situações distintas. A reunião ocorreu a pedido da chefe de estado.

Embora seja torcedora declarada do Atlético-MG, a petista recebeu dois presentes do meio-campista: um livro referente à conquista da edição passada do Campeonato Brasileiro e uma camisa da Raposa.

Além do jogador e do árbitro, também participaram da reunião o Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, a Ministra Luiza Bairros, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), e o Ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República.

Tinga foi vítima de ofensas racistas no dia 12 de fevereiro, no Estádio de Huancayo, no Peru, contra o Real Garcilaso (PER), na estreia do Cruzeiro na Copa Libertadores da América. O juiz, por sua vez, recebeu xingamentos após a partida entre Esportivo e Veranópolis, no dia 6 de março.