icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/07/2014
14:50

A visita que a presidente Dilma Rousseff faria na tarde desta quinta-feira às obras do Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, foi cancelada por conta do falecimento do escritor Ariano Suassuna. Segundo a agenda oficial divulgada pelo Palácio do Planalto, Dilma chegaria por volta de 13h45 (de Brasília) em Recife (PE) para o velório no Palácio Campo das Princesas. Suassuna morreu na quarta-feira, aos 87 anos. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Português, onde passou por cirurgia depois de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico.

Em sua conta no Twitter, Dilma já havia manifestado a tristeza pela perda do escritor: "A obra de Suassuna é essencial para a compreensão do Brasil. Guardo comigo ótimas recordações de nossos encontros e das suas histórias".

Dilma visitaria o Parque Olímpico ao lado do prefeito Eduardo Paes e do governador Luiz Fernando Pezão. Existe a possibilidade de que a visita seja feita na manhã desta sexta-feira.

Com área de 1,18 milhão de metros quadrados, o Parque Olímpico receberá 16 modalidades olímpicas e 10 Paralímpicas. A construção da arena do handebol, do velódromo, do centro de tênis e do centro de esportes aquáticos está a cargo da prefeitura, com recursos do governo federal.

As demais instalações, incluindo pavilhões esportivos, o Centro Internacional de Transmissão (IBC), o Centro Principal de Imprensa (MPC) e o Centro Olímpico de Treinamento para Atletas de Alto Rendimento estão sendo erguidos com recursos privados por meio de Parceria Público Privada (PPP).