icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/07/2014
20:52

Depois de realizarem só trabalhos regenerativos na segunda-feira, os titulares do Santos na vitória por 3 a 0 sobre a Chapecoense voltaram a treinar em campo nesta terça, dois dias antes da partida contra o Londrina pela ida da terceira fase da Copa do Brasil. O técnico Oswaldo de Oliveira, no entanto, repetiu a escalação do último treino e confirmou um time só com reservas para a partida de quinta, às 21h, no Estádio do Café.

O atacante Diego Cardoso, um dos titulares para enfrentar o Londrina, concedeu entrevista coletiva nesta terça e teve revelado seu apelido entre os jogadores: Cissé, em referência ao atacante francês que se destacou pelo Liverpool (Inglaterra). O jovem brincou que começou a ser chamado assim quando descoloriu os cabelos e o bigode e ficou parecido com o veterano francês. A revelação do apelido foi feita pelo companheiro Gabriel, que "invadiu" a entrevista coletiva e brincou com Diego Cardoso. Depois da descontração, Diego falou sério sobre a Copa do Brasil.

- Nós temos totais condições de vencer o Londrina na quinta-feira porque estamos bem entrosados e adaptados, sabemos o que fazer em campo. O professor sempre deixa claro que no time dele não tem reserva, que todos jogam se estiverem bem. É uma boa chance para mostrar o nosso futebol e dar continuidade ao trabalho que já vem sendo feito - disse Diego Cardoso.

Diego Cardoso já entrou em campo 14 vezes pelo time profissional do Santos e marcou quatro gols, inclusive o último da vitória sobre a Chapecoense. Dos 14 jogos, quatro foram como titular, sendo dois na primeira fase da Copa do Brasil, quando o Peixe eliminou o Mixto-MT.

Diante do Londrina, a equipe terá a seguinte escalação: Vladimir, Zeca, Paulo Ricardo, Vinicius Simon e Emerson; Alan Santos, Renato e Souza; Jorge Eduardo, Diego Cardoso e Stéfano Yuri.