icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/11/2014
13:17

Uma das novidades para os amistosos contra Turquia e Áustria, o goleiro Diego Alves aproveitou bem a oportunidade. Na ausência do titular Jefferson, jogador do Valencia desbancou Rafael Cabral e Neto e foi titular nos dois últimos amistosos da Seleção em 2014.

Satisfeito com o desempenho no período, Diego acredita que tem tudo para seguir no grupo de Dunga. Para isso, pretende manter as boas atuações pelo Valencia.

- Fiz bem o meu trabalho. Acredito que aproveitei bem os dias que tive dentro da Seleção. Agora depende do Dunga para continuar no grupo. Estou satisfeito e pretendo seguir trabalhando forte e tendo regularidade no Valencia - declarou ao canal "SporTV".

Diego, no entanto, não conseguiu manter a invencibilidade da defesa brasileira sob o comando de Dunga, que durou 524 minutos. Mesmo sendo vazado no duelo desta terça-feira, o goleiro não mostrou tristeza.

- Levar gol é normal. No futebol de hoje é muito difícil manter uma grande sequência sem sofrer gols. A Áustria tem um bom time, fez uma boa exibição e conseguiu fazer o gol. Mas o importante foi o espírito da Seleção, que soube levar o empate e reagir. É complicado vencer aqui - disse.