icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/11/2013
18:56

Aos 40 anos, ele segue motivado. Mas ainda não sabe se o que será de sua carreira em 2014. E nem quer saber. Fato raro, o goleiro Dida concedeu entrevista coletiva no final da tarde desta quarta-feira. Passou quase 25 minutos conversando com os jornalistas. Disse que o foco, agora, não é a renovação de seu contrato que expira no final do ano, e sim a conquista da vaga para a Libertadores do próximo ano, que pode acontecer contra o Goiás, a partir das 19h30, na Arena.

- Essa pergunta é boa, mas não sei se continuarei jogando ou não ano que vem. Tem alguns aspectos da minha vida para ser resolvidos, mas a vontade é grande. Amo essa profissão, de um modo geral, se as minhas condições físicas e técnicas forem sempre boas, porque não seguir? - questionou Dida.

Dida goza de boa avaliação dentro da diretoria. Mas o clube gaúcho irá passar por uma readequação financeira. O que pode pesar para a permanência no camisa 1 em 2014. O arqueiro garante que não pensa no futuro e que precisará refletir sobre vários pontos ainda, como vontade de jogar e gosto pela competição em um lado, mas ausência em casa de outro.

- Estou pensando no campeonato primeiro. Temos dois grandes jogos pela frente. Vou deixar para acertar meu futuro, aqui ou em qualquer outra equipe, quando acabar o campeonato - afirmou.

Ao ser perguntado se poderia renovar por uma salário menor do que ganha atualmente, na casa dos R$ 300 mil, o jogador desconversou. Mas disse que, após seu retorno ao futebol depois de dois anos sem atuar, joga por amor e tem uma vida financeira consolidada.

- São muitos aspectos, esses citados também, financeiros. Vai ser decidido no momento certo, passei dois anos sem jogar e não tenho essa preocupação financeira. Tenho uma condição boa. Jogo pelo amor ao futebol, à camisa que eu visto. Foi assim desde o ano passado quando resolvi começar novamente, na Portuguesa - completou o goleiro gremista.

Nem Grêmio nem outro clube fizeram proposta para Dida, segundo o próprio jogador. O clube gaúcho está satisfeito com o rendimento do jogador em 2013, mesmo com os 40 anos.