icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes
10/11/2014
11:24

O dez de novembro é a um data especial na Turquia. O aniversário de morte do fundador da república, Mustafa Kemal Atatürk, é comemorado de uma maneira muito simbólica. Exatamente às 9h05, horário em que ele morreu há 76 anos, todo o país literalmente para.

As pessoas que estão na rua ficam estáticas no local em que estão. Carros nas ruas também desaceleram completamente. A sincronia da paralisação acontece por meio de uma sirene que toca por todo o país. As bandeiras são hasteadas a meia-haste.

Em Istambul, local onde a Seleção enfrentará a Turquia nesta quarta-feira, as homenagens se concentraram no tradicional bairro de Salacak, na parte asiática da cidade. Funcionários do hotel em que a delegação brasileira está hospedado também se manifestaram. Eles deixaram o estabelecimento na manhã desta segunda por alguns minutos e pararam em frente ao saguão. Após a homenagem, as pessoas retomam às atividades.

Nestes dias em que está na cidade, a reportagem do LANCE!Net observou muitas bandeiras do país nas janelas de casas e apartamentos.

Nascido em 1881, em Salónica, Atatürk foi oficial do exército turco, estadista revolucionário e fundador da República da Turquia, assim como o seu primeiro presidente. Admirador do iluminismo, Atatürk implementou uma série de reformas políticas, econômicas e culturais.

A Seleção Brasileira fará o primeiro treino na cidade na tarde desta segunda-feira. A atividade está marcada para 16h (12h de Brasília) no estádio do Fenerbahçe, local da partida de quarta-feira.