icons.title signature.placeholder Daniel Hippertt
07/03/2014
19:30

O Dia Internacional da Mulher é celebrado no dia 8 de março. E apesar dos comentários preconceituosos de que "futebol é esporte para homem", o sexo feminino também mostra interesse e paixão pelo esporte. Assim pensa o Bahia. Na partida contra o Jacuipense, neste domingo, as torcedoras terão livre acesso à Arena Fonte Nova. Todas as moças que quiserem assistir ao jogo do Esquadrão não precisarão pagar ingresso.

O gerente de comunicação do Tricolor, Nelson Barros, relatou à reportagem do LANCE!Net que as promoções tornaram-se uma prática comum da gestão, que assumiu em setembro do ano passado. Para ele, a presença feminina servirá para - além de encher o estádio - colorir as arquibancadas durante a partida.

- Querendo ou não, o futebol é um ambiente machista. A promoção é uma forma de prestigiar as mulheres pelo dia delas. Vai deixar o estádio mais cheio, e mais bonito (risos) - confirmou Barros em entrevista ao L!Net

Nelson lembrou que no ano passado, após mostrar um pouco demais em comemoração de gol, Isabella Costa, irmã do zagueiro Demerson, foi alvo de promoção da diretoria e virou musa do Tricolor.

- Esta gestão tem feito muitas promoções. Uma delas, que também envolveu o sexo feminino, foi levar a irmão do Demerson para o gramado da Fonte Nova, no jogo contra o Fluminense - lembrou o gerente de comunicação.

Para o especialista em marketing esportivo, João Henrique Areias, a atitude do Bahia é interessante não só por inserir a mulher no estádio, mas também por reconhecê-la como consumidora de futebol.

- Acho válido fazer a promoção. A mulher no estádio estimula um ambiente mais familiar. Inibe as confusões das torcidas organizadas. Serve de estímulo para o torcedor. E é um público consumidor fantástico. Mas deve haver uma limitação em jogos de maior importância - ressaltou Areias.