icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/12/2013
19:34


Não era o que o atleticano esperava. Definitivamente, o torcedor que se acostumou a acreditar em viradas na trajetória da Libertadores, viu um Galo irreconhecível nesta quarta-feira contra o Raja Casablanca. O time de Cuca entrou em campo pela primeira vez nesse Mundial de Clubes, mas teve uma atuação bem abaixo das expectativas. E custou caro. Ao contrário do time brasileiro, os marroquinos entraram dispostos a vencer, impondo uma vitória por 3 a 1, para delírio da torcida local.

Relembrando o Internacional de 2010, o Galo sequer chega à final de um Mundial e adia o sonho do seu torcedor em conquistar o mundo. São derrotas que deixam marcas. E essa certamente não será diferente para os mineiros.

ATLÉTICO NÃO SE ENCONTRA EM CAMPO

O técnico Nabil Maaloul armou muito bem o time do Raja, com uma linha compacta de quatro jogadores defensivos, destacando ainda dois atletas responsáveis por puxar os contra-ataques. A tática favoreceu principalmente nos momentos em que o Atlético não soube fazer uma transição adequada entre a defesa e o ataque, pecando na saída de bola. Quando melhorou no passe, girando e modificando as jogadas, o Galo passou a ser mais incisivo em campo. Aos 20 minutos, Jô aproveitou cruzamento rasteiro de Lucas Cândido e o time mineiro por pouco não abriu o placar.

GALERIA DE FOTOS:
> Raja surpreende e elimina o Galo no Mundial

LEIA MAIS:
> Torcedores não perdoam a derrota do Atlético-MG no Mundial
> Decepção e clima de velório no Independência após derrota do Galo
> 'Não tem como não estar abalado', diz Ronaldinho Gaúcho

L!TV:
> Perdeu! Jogadores do Raja levam até chuteira de Ronaldinho

Motivado pela torcida local, o Raja aproveitava os espaços oferecidos pelo Atlético e respondia com frequentes bolas aéreas jogadas ao gol de Victor. Pelo lado alvinegro, quando Marcos Rocha alçou a bola na área, Fernandinho pegou a sobra e chutou rasteiro, à esquerda da trave.

Aos 35 minutos, Victor fez milagre. O Raja desceu com velocidade, Karrouchy cruzou pela esquerda, Moutaouali pegou de primeira e o espalmou no reflexo. Pouco tempo depois, nova descida, agora pela direita. Moutaouali chutou cruzado na saída de Victor, mas a bola foi para fora. Em suma, o Atlético finalizou mais nos primeiros 45 minutos, mas, aproveitando principalmente as falhas na cobertura defensiva, o Raja foi quem levou mais perigo.

NOITE PARA O GALO ESQUECER

Com uma postura pouco mais para frente, mas pecando pelos mesmos erros, o Atlético voltou para o segundo tempo e levou o primeiro gol logo no início. Em contra-ataque mortal, Lajaour chutou rasteiro, na entrada da área, no cantinho de Victor. Banho de água fria para o time de Cuca. O time da casa poderia até ampliar, em novo contra-ataque. Chtibi balançou as redes, mas a arbitragem já assinalava impedimento.


Ronaldinho deixa sua marca, mas Galo não consegue avançar (Foto:Pedro Vilela/ Lance!Press )

Cuca imprimiu as entradas de Donizete e Luan em seguida ao gol. Mas foi Ronaldinho o responsável por fazer a diferença. Em cobrança magistral, o camisa 10 cobrou falta no contra pé do goleiro e empatou a partida. A bola ainda tocou caprichosamente na trave antes de entrar.

O gol deu a confiança que o Atlético precisava. Leandro Donizete entrou bem na partida, e o Atlético aumentou consideravelmente suas ações ofensivas. O Raja diminuiu o ímpeto e se limitava a atacar pelo lado direito do campo. Mas, em novo contra-ataque, o Raja chegou ao segundo gol. Iajaour caiu na área e o árbitro marcou falta de Rever. Pênati que Moutaouali bateu e marcou a menos de dez minutos do fim.

Mais uma vez, seria preciso acreditar. Mas não deu. Desorganizado e na base do desespero, o Galo foi pra cima nos últimos minutos, mas ainda cabia, em novo contra-golpe, o gol para decretar a derrota alvinegra. Autor de dois gols, Moutaouali invade a área, encobre Victor e carimba o travessão. Na volta, Mabide decreta o fim do sonho atleticano: 3 a 1 placar final.

FICHA TÉCNICA:
RAJA CASABLANCA 3 x 1 ATLÉTICO-MG

Competição: Mundial de Clubes
Local: Grande Estádio de Marrakesh
Data/hora: 18/12/2013, às 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Velasco Carballo
Assistentes: Roberto Alonso Fernandez e Juan Carlos Yuste Jimenez

Cartão amarelo: Rever (CAM) 
Cartões vermelhos: Não houve.
GOLS: Moutaouali, 5'/2ºT (1-0); Ronaldinho Gaúcho, 17'/2ºT (1-1); Moutaouali (38'/2ºT) e Mabidi, 49'/2ºT (3-1)

Raja Casablanca: Askri; El Hachimi, Adil Karrouchy, Mohamed Oulhaj e Benlamalem; Erraki, Guehi, Chtibi (Vivien Mabidi - 10'/2ºT) e Moutaouali; Iajour (Coulibaly - 42'/2ºT) e Hafidi (Déo Kanda - 30'/2ºT). Técnico: Nabil Maaloul.

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha (Luan, 17'/2ºT), Leonardo Silva, Réver e Lucas Cândido (Alecsandro - 40'/2ºT); Pierre, Josué (Leandro Donizete - 12'/2ºT); Tardelli, Ronaldinho e Fernandinho; Jô. Técnico: Cuca