icons.title signature.placeholder Igor Ramos
27/06/2014
19:54

O dia foi para lá de especial para o garotinho Matheus Chivite, de apenas 6 anos. Ele recebeu carinho dos jogadores franceses, tirou fotos, foi pego no colo e viu o treino bem de pertinho. Um sonho para muitas crianças, e que foi realizado pelo menino, cujo nascimento foi marcado pela prematuridade extrema, o que limita seu desenvolvimento e o obriga a se locomover em uma cadeira de rodas.

Cadeira levada pela mãe adotiva, dona Eva Maria, que meio sem querer acabou conseguindo uma atenção raramente vista por parte dos franceses.

Ela estava passando pelo centro da cidade, em Ribeirão Preto, quando viu a multidão, que sempre se aglomera na porta do Theatro Pedro II, após as entrevistas coletivas. Se aproximou do gradil de proteção, e alguns policiais, sensibilizados com a dificuldade de o menino observar e entender o que se passava, o levaram até perto dos jogadores  Bacary Sagna e Morgan Schneiderlin. Os dois logo posaram para foto ao lado de Matheus e ainda o pegaram no colo. Tudo registrado pela mãe, orgulhosa.

- Esse menino eu adotei de corpo, alma e coração, e fico muito feliz sempre ele está feliz, como agora - disse dona Eva.

A alegria não terminaria por aí. No treino da tarde ele foi como convidado, e mais uma vez ficou pertinho dos craques franceses. Sentado na sua cadeira de rodas, com uma pequena bola amarela, viu atentamente o treino de 90 minutos, debaixo de muito sol. Ao final, mais uma vez recebeu o carinho dos jogadores, como o goleiro reserva Ruffier e o defensor, Laurent Koscielny.

- Uma pena não falar a língua deles, mas com um gesto de carinho, o Matheus sentiu tudo o que poderia - disse a mãe.

O pequeno Matheus, com dificuldade na fala, se esforçou em dizer que "chutou bola com eles". Em seguida esforçou-se para abrir um sorriso largo no rosto.

A tarde estava completa para Matheus. E na saída  do Estádio Santa Cruz, enquanto sua mãe empurrava sua cadeira em uma subida, o garoto observava, sem entender muito bem, uma multidão andando apressada em sentido contrário atrás daquilo que só ele havia conseguido na tarde desta sexta-feira.