icons.title signature.placeholder Renato Rodrigues
24/12/2013
08:05


Chegada a Jundiaí (SP) com direito a helicóptero, torcida gritando seu nome nas arquibancadas e muitas câmeras em sua direção. Há quase um ano atuando no PSG, da França, o meia-atacante Lucas matou um pouco da saudade do Brasil na noite da última segunda-feira, em pelada beneficente promovida pelos amigos Nenê (Al-Gharafa, do Catar) e Falcão (astro do Futsal).

Apesar de agradecer o carinho dos torcedores do interior paulista - coisa que, segundo ele, só vive no Brasil -, o jogador descartou retornar para o São Paulo, clube que o revelou e que não cansa de fazer juras de amor. E mais, garantiu que as notícias de uma possível volta imediata, não passam de especulações.  A chegada de helicóptero se deu pelo fato de Lucas ter atuado no sábado (no empate 2 a 2 com o Lille), fazendo ele viajar às pressas.

- Meu pensamento é continuar na Europa. Todo mundo sabe do carinho que tenho pelo Sao Paulo, clube que vai ficar sempre no meu coração e que amo de paixão. Mas eu acabei de sair do país, tenho objetivos na Europa. Penso sim em voltar para o São Paulo um dia, mas não agora - afirmou, ainda no gramado do estádio Jayme Cintra.

Lucas recebe assédio de fã em Jundiaí (FOTO: Reginaldo Castro) 

Mais do que ganhar espaço em seu atual clube, onde foi titular por 13 vezes em 27 jogos disputados nesta temporada 2013/2014, a jovem promessa brasileira de 21 anos disse que o momento é de convencer o técnico Luis Felipe Scolari a levá-lo para a Copa do Mundo de 2014.

- Todo mundo sabe qual é meu maior objetivo, meu maior sonho. Vou lutar muito para isso. Sei da minha capacidade e do meu potencial - disse, argumentando em seguida o que precisa para carimbar uma vaga no elenco de Felipão.

- Preciso de uma boa sequência de jogos, não é? Venho crescendo nessa reta final de ano, estou ajudando minha equipe, fazendo mais gols, dando assistências... Estou ganhando espaço e tenho que continuar trabalhando. Tenho certeza que o Felipão está olhando - completou, mostrando que suas esperanças seguem vivas.

Por fim, Lucas disse não considerar nem uma saída da capital francesa para poder jogar com mais regularidade. Nas últimas semanas, outras grandes equipes do Velho Continente demonstraram em contar com o brasileiro por empréstimo. A Juventus, atual líder do Campeonato Italiano, seria uma das equipes interessadas.

- Quero ficar no PSG, tenho muita coisa para conquistar por lá ainda - concluiu.