icons.title signature.placeholder Michel Castellar
27/02/2015
13:46

O Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu nesta sexta-feira que o Comitê Organizador dos Jogos Rio-2016 deve passar a trabalhar em parceria com o governo do estado para a despoluição da Baía de Guanabara. É a primeira vez que a entidade internacional orienta os organizadores brasileiros a extrapolarem suas funções.

A determinação ocorreu durante a apresentação do Comitê Rio-2016 para o Comitê Executivo do COI, em um hotel da Zona Sul carioca. A principal preocupação passou a ser não somente o tratamento de 80% do esgoto despejado no local, mas a limpeza de toda a baía.

- Outro ponto que fiz questão não só de mencionar mas eles questionaram (durante a apresentação) foi a questão da água da Baía de Guanabara. Acatamos uma decisão que foi feita agora na reunião e vamos seguir, porque nosso interesse é o de termos a baía nas melhores condições e certamente vamos ter - afirmou o presidente do Comitê Organizador Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman.

Uma das tarefas passadas ao Comitê Rio-2016 para ser desenvolvida junto ao governo do estado é uma campanha de mobilização da população. O objetivo será o de fazer com que as pessoas deixem de jogar lixo na Baía de Guanabara.

Além disso, o Comitê Rio-2016 vai pressionar o governo do estado para a compra de mais ecobarcos, capazes de limpar as águas da baía. Atualmente, o Rio conta com dez veículos.

- Nos comprometemos a acompanharmos e incentivarmos a melhoria da qualidade da água, apesar de termos tido um evento-teste magnífico no ano passado e teremos outro em agosto - frisou Nuzman. Na próxima semana, ocorrerá a primeira reunião entre o Rio-2016 e o governo do estado para debaterem sobre as novas orientações para a limpeza da baía.

Apesar do interesse sobre a Baía de Guanabara, o presidente do Comitê Rio-2016 disse que a apresentação para o comitê executivo da entidade teve êxito. Para ele, foi a melhor performance obtida pelo Rio-2016 ante os membros da entidade internacional.

Depois do Rio, outras cidades em preparação para uma edição de Jogos se apresentaram: Lillehammer-2016 (Inverno-juventude), PyeongChang-2018 (Inverno), Argentina-2018 (Verão-juventude) e Tóquio-2020 (Verão).