icons.title signature.placeholder Roberto Veloso
31/12/2013
08:05

Entrar em uma dieta urgente, encontrar um novo amor, juntar dinheiro para uma viagem de férias, virada de ano de brasileiro é sempre marcada por algumas promessas, mesmo que algumas delas fiquem apenas com status de desejo. No futebol o panorama não é diferente. Toda mudança de ano é assim, muitos jogadores surgem e são tidos como futuras estrelas, craques, ou esperança para os clubes.

No Vasco esta situação é ainda mais latente, afinal de contas, o clube carrega consigo um lema do ex-presidente cruzmaltino Cyro Aranha de que "enquanto houver um coração infantil, o Vasco será imortal."

Para a temporada de 2014 muitos garotos que recentemente defenderam as cores do Vasco nas categorias de base poderão ter finalmente uma chance entre os profissionais, casos  do goleiro Jordi, dos laterais Richard e Lorran, dos meias Danilo e Marquinho do Sul e so atacante Renato Kayser.

Enquanto outros que já tiveram algumas chances em 2013 e querem se firmar ainda mais com o técnico Adilson Batista, como Jomar, Luan, Henrique, Jhon Cley e Thalles.

De todos estes nomes, o único que ainda não tem sua situação completamente definida com o Vasco é o atacante Renato Kayser. A jovem promessa está emprestado pelo Deportivo Brasil até o dia 31 de janeiro, data limite para o Cruzmaltino desembolsar R$300 mil por 50% dos direitos do atleta.

Já o volante Danilo, apesar de ganhar essa oportunidade, está de malas prontas para a Europa. O jogador já foi negociado com o Braga-POR e deve permanecer no Vasco até o meio do ano.

As promessas estão lançadas, resta saber de que forma o projeto será encarado e se esses promessas de fato se tornarão uma realidade já em 2014.

Em 2009, Vasco revelou joias

Em 2009, a situação do Vasco era bem parecida com a de 2014. O clube disputou a Série B do Campeonato Brasileiro e acabou tendo que usar alguns jogadores da base. Na época, Alex Teixeira e Philippe Coutinho tiveram suas oportunidades e não decepcionaram. Os dois acabaram sendo peças importantes para o título da competição e o retorno à Série A.
Coutinho, que já estava negociado com a Inter de Milão, fez 12 partidas com a camisa cruz-maltina na disputa do Brasileiro daquele ano. Já Alex Teixeira atuou em 22 partidas, tendo marcado cinco gols, um deles o do título da competição contra o América-RN.

As promessas do Cruz-Maltino para 2014

Jordi - A maior esperança dos torcedores para 2014. Com atuações memoráveis na Taça BH, o goleiro chamou a atenção dos vascaínos e chegou a ser elevado ao posto de solução para a meta por parte da torcida.

Richard - Com a saída de Fagner, o elenco terá apenas Nei como lateral-direito, o que poderia abrir caminho para o jovem na disputa do Campeonato Carioca.

Jomar - Apesar de fazer parte do elenco que acabou rebaixado este ano, o zagueiro ganhou a simpatia da torcida com suas atuações. Muito vigor e vontade em campo são suas características.

Luan - Titular na reta final do Brasileirão. Apesar de jovem, mostrou personalidade e tranquilidade e deve continuar como opção entre os titulares para 2014.

Henrique - O lateral-esquerdo chegou a ser titular durante um período sob o comando de Dorival Júnior, mas acabou se lesionando e perdendo espaço. Porém, o jovem atleta é constantemente convocado para a seleção brasileira de base e tem o carinho da torcida.

Lorran - Também lateral-esquerdo, é considerado uma joía das divisões de base e já foi elogiado até por Juninho Pernambucano em uma coletiva.

Danilo - Já negociado com o Braga-POR, o volante ficará no Vasco até o meio do ano e deve ser integrado ao elenco profissional até o fim de seu contrato.

Marquinho do Sul - Já vinha treinando com os profissionais em dias de reapresentação quando o técnico Adilson Batista fazia jogos-treino entre os não utilizados e os juniores.

Jhon Cley - Viveu um 2013 de altos e baixos. Campeão da Copa BH com o time de juniores, chegou a ser titular da equipe com Dorival Júnior. Porém desde a partida contra o Santos no Maracanã, deixou de figurar entre os relacionados de Adilson Batista. Voltou para a base, mas deve ser novamente integrado ao elenco profissional.

Thalles - Ganhou chances no time titular na reta final do ano depois de uma bela atuação com direito a dois gols diante do Goiás, pela Copa do Brasil. É considerado um talismã por parte da torcida.

Renato Kayser - Maior artilheiro da base do Vasco em 2013, o atacante está relacionado para o grupo que disputará a Copa São Paulo de Juniores.