icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
10/12/2013
20:15

Mayssa foi o grande personagem da vitória brasileira por 25 a 23 sobre a Sérvia, em Nis (SER), no Mundial de Handebol. A goleira entrou no decorrer do primeiro tempo e garantiu a Seleção sempre à frente no marcador. Com um detalhe: ela havia sofrido um corte na mão direita na véspera da partida e atuou com cinco pontos no local.

A despeito da grande história que envolveu a sua atuação, ela preferiu compartilhar o mérito da vitória com as companheiras. De acordo com a goleira, não faltou ajuda das parceiras de time desde a lesão até a partida desta terça-feira.

- Foi perfeito. Fiquei muito feliz de como eu joguei e de como a equipe jogou também. Não faltou solidariedade, apoio para mim. Coloquei na cabeça que estávamos jogando só contra elas, não contra a torcida. Foi mais um passo – disse Mayssa, que atuou com uma proteção na mão direita.

Mayssa exibe proteção na mão após a partida (Crédito: Cinara Piccolo/Photo&Grafia)

A atuação exímia da goleira rendeu elogios até de Morten Soubak. O técnico da Seleção, que costuma ser comedido nos elogios ao time e às jogadoras após os duelos, não se furtou em exaltar a goleira brasileira.

- Vocês (jornalistas), poderiam ter dúvida sobre ela. Eu não estava em dúvida. Vocês a viram treinar com a mão presa, mas eu não tinha dúvida, desde o começo. Tiramos o braço dela, vamo dizer assim, no treino. No jogo, com o braço solto, a Mayssa foi importantíssima, porque fez uma partida que ajudou muito, com várias defesas cara a cara - afirmou Morten.