icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/11/2013
17:31

Destaque do Fluminense na vitória diante do Náutico na última quinta com um gol e uma assistência, Wágner, assim como fez após o jogo, voltou a elogiar Dorival Júnior, que debutou no Tricolor também diante do Timbu. O meia fez questão de lembrar o período que passaram juntos no Cruzeiro, em 2007.

- Trabalhei com o Dorival em 2007, na época eu voltava da Arabia e ele era vice-campeão Paulista com o São Caetano. Levou o Cruzeiro da zona de rebaixamento para a Libertadores. É um cara excepcional, levanta a moral e dá muita confiança para todos os jogadores. Tenho certeza que com o tempo ele vai conseguir passar mais confiança para os jogadores - elogiou Wágner.

Wágner fez questão de dizer que Dorival, ao contrário do que tem sido dito, tem o perfil de treinador que o Fluminense precisa, afirmando que o técnico tem o que é preciso para fazer a diferença no Tricolor.

- É um dos técnicos que na hora que o jogador passa por um momento difícil, que não vem jogando, e ele conhece o potencial, ele coloca para o alto. Não deixa desanimar, e aí que ele dá moral. Por mais que seja dificil, nós sempre queremos correr e sempre queremos ajudar. Essa é uma das principais características dele e falta em muitos técnicos. Isso faz a diferença - finalizou.

O Fluminense está na 16ª colocação, com 39 pontos, e volta a campo neste domingo diante do São Paulo, às 17h, no Maracanã, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.