icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/11/2013
14:05

Ainda no clima de festa pelo título da Copa do Brasil, o técnico Jayme de Almeida despista sobre o futuro como treinador do Flamengo para a próxima temporada. Ainda como “interino”, Jayme vai esperar até o próximo dia 8, para assim conversar sobre uma real efetivação no cargo.

Técnico garante que será uma honra comandar a equipe, mas que as responsabilidades vão aumentar a cada dia.

- Não pensei em nada ainda de quarta até hoje (sexta-feira). Curti muito ontem (quinta-feira). Tomei um chopp, três na verdade e fiquei bem mais leve. Não estou pensando em 2014, quero curtir muito esse momento. Meu compromisso vai até o dia 8, mas se continuar tenho que pensar com calma, o compromisso é maior, a cobrança, mas ficando, tenho a experiência e tranquilidade que me permite trabalhar bem com esses meninos e será uma honra comandar o Flamengo – comentou o treinador, que ainda fez questão de afirmar que dinheiro nãoserá o problema:

- Hoje sou um funcionário ainda que estou como interino, a verdade é essa, mas se passar a ser técnico, deve ter um patamar para o Flamengo, nunca perguntei quanto é, mas vão me pagar o que for aceitável, não estou preocupado se é dez mil, cem mil, mil reais. Minha preocupação é encerrar bem e sentar para conversar, se vou ter condições. Valor nós acertamos. Minha vida nunca foi pautada por dinheiro. É bom pra caramba, mas não me compra.

Com a demissão de Mano Menezes, Jayme assumiu interinamento a equipe e comandaria o time apenas no jogo contra o Náutico, já que a diretoria já conversava com Abel Braga. Porém, o acerto não se confirmou e Jayme seguiu no comando do Flamengo.

- Quando fui chamado para o jogo contra o Náutico, era apenas para um jogo. Eles estavam conversando com o Abel , nosso time estava apavorado, meio sem rumo, pois ninguém esperava a saído do Mano, e naquele dia fizemos uma partida razoável mas não foi ruim. O Abel não aceitou e falaram que eu ficaria no comando, a responsabilidade aumentou e fizemos um treino na terça para o jogo com o Botafogo. Fiz modificações e conversamos entre nós. De lá em diante o time reagiu muito bem - disse Jayme.

Até o próximo dia 8, o Rubro-Negro terá pela frente o Vitória, neste domingo, além do Cruzeiro, no próximo sábado, no jogo da entrega de faixas ao tricampeão da Copa do Brasil.