icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/11/2013
21:02

A tabela é o que menos importa no duelo entre Corinthians e Internacional, às 21h deste sábado, no Pacaembu, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro de 2013. As duas equipes não brigam por mais nada no campeonato. Logo, o que acontecer em campo será apenas um complemento da noite.

O jogo marcará a despedida do técnico Tite do Pacaembu e da torcida do Timão. Em sua segunda passagem, desde outubro de 2010, ele conquistou cinco títulos: Brasileirão (2011), Libertadores, Mundial (2012), Paulistão e Recopa Sul-Americana (2013). Tite é considerado por muitos o maior treinador da história do clube e tem recebido homenagens de torcedores e jogadores nos últimos dias. Após o duelo contra o Náutico, na última rodada, ele dará lugar a Mano Menezes, que voltará ao Parque São Jorge.

- Foi uma etapa, quero curtir com orgulho e satisfação. Nunca passamos por isso, ficar alguns jogos juntos sabendo que não haverá mais. O diferencial é o respeito e o carinho que estão sendo extraordinários. É algo fora de todos os padrões normais - disse o treinador.

Na mesma situação encontra-se o lateral Alessandro. Capitão das conquistas da Libertadores e do Mundial, o jogador decidiu se aposentar no fim desta temporada. Desde 2008 no Timão, ele conquistou oito títulos. A tendência é que ele vire um gerente técnico, sendo em 2014 o homem da diretoria mais próximo de Mano, com quem tem ótimo relacionamento.

Do lado alvinegro, outro fator fora de campo também marcará: as homenagens aos dois operários mortos no acidente da última quarta-feira, na Arena Corinthians. Fábio Luiz Pereira e Ronaldo Oliveira Santos. Faixas serão exibidas e alguns dos jogadores atuarão no duelo com os nomes dos funcionários na camisa.

Em campo, Tite não poderá contar novamente com Paolo Guerrero, que sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo no treino da última quinta-feira. Emerson Sheik será o homem de referência, uma vez que Alexandre Pato segue sem moral e vai iniciar o duelo no banco. Outros desfalques são o goleiro Cássio e o lateral-esquerdo Fábio Santos, também lesionados.

Do lado do Internacional, uma das atrações será o reencontro de Jorge Henrique com a Fiel no Pacaembu. Ídolo da torcida, ele pisará pela primeira vez no estádio depois de ter sido negociado. Jorge teve um episódio de noitada e mentira a Tite, e não foi perdoado pelo técnico e pela diretoria alvinegra.

Para o Colorado, ainda resta uma chance mínima de ser rebaixado no Brasileirão, mas o fato é considerado improvável. Mantendo a distância para o primeiro na zona de rebaixamento - quatro pontos do Coritiba - se safa.

Após alguns testes com meninos nas últimas rodadas, Clemer retoma o elenco mais experiente. O mais jovem do time é Otávio, com 18 anos e Leandro Damião, 24. O restante todo já tem mais de 25 anos - os casos mais extremos são Juan, 34; Índio, 38; e D'Alessandro, 32. O camisa 10, aliás, ainda sente dores na coxa esquerda, mas vai para o jogo.

Clemer poderá repetir a escalação que empatou com o Coritiba, apesar do bom rendimento em campo - foram 28 finalizações, sendo certas, contra 10 no total do Coxa. Mesmo após a reclamação pública ao treinador, Willians foi mantido no time. O volante, na saída de campo do empate, disse que o técnico "tem jogadores no banco e não coloca para jogar".

O lateral Gabriel, ainda que recuperado de lesão muscular, será opção a Ednei, que ganhou confiança com Clemer.

- Nos últimos anos não conseguimos vencer, mas sempre são jogos decididos nos detalhes. Fizemos uma boa semana de treinos. Vamos tentar colocar em prática - destacou o goleiro Muriel.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X INTERNACIONAL

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 30/11/2013 - 21h (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ-ASP. FIFA)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR-ASP. FIFA) e Fernanda Colombo Uliana (SC)

CORINTHIANS: Walter, Edenilson, Gil, Paulo André e Alessandro; Ralf e Guilherme; Danilo, Renato Augusto e Romarinho; Emerson Sheik. Técnico: Tite

INTERNACIONAL: Muriel, Ednei, Índio, Juan e Fabrício; Willians, Josimar, Jorge Henrique, Otávio e D'Alessandro; Leandro Damião. Técnico: Clemer