icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/04/2014
16:03

Por circunstâncias inesperadas, a final da Copa do Rei entre Barcelona e Real Madrid não será um clássico com os ingrediantes que todos se acostumaram a ver nos últimos anos . Um Barça com sérios desfalques na defesa, e um Real Madrid sem o seu principal jogador irão decidir o título em Valência, na próxima quarta-feira.

No Barcelona, o questionado técnico Gerardo Martino terá de quebrar a cabeça para armar o seu setor defensivo. Piqué ainda não se recuperou de uma lesão no quadril e está praticamente descartado. O jovem Bartra, que seria o seu substituto natural, também está lesionado. Assim, o treinador terá de lançar mão de Puyol.

Porém, o defensor de 36 anos já sente o peso da idade. Não joga uma partida completa desde 2 de março, nos 4 a 1 sobre o Almería, pelo Campeonato Espanhol, e vem de uma sequência de lesões. Tanto é assim que ele já anunciou que irá se aposentar após esta temporada.

Em Madri, Carlo Ancelotti não tem tantos problemas. Porém a possibilidade de não contar com Cristiano Ronaldo é um fantasma. O atacante português ainda se recupera de uma lesão na perna esquerda, que o tirou das últimas duas partidas do Real Madrid.

Apesar de Ancelotti afirmar que a sua equipe consegue jogar sem o português, como demonstrado nos 4 a 0 sobre o Almería, neste domingo, Cristiano Ronaldo pode fazer falta. Afinal, o atacante tem 45 gols anotados em 41 jogos pelo Real nesta temporada.


Copa Rei: L!TV esquenta rivalidade entre Real e Barça