icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/04/2014
07:34

Se não bastasse o fato de ter escalado Welinton como titular na lateral-direita diante do Emelec (EQU), na semana passada, Jayme de Almeida terá de reinventar um Flamengo para o duelo diante do León (MEX), nesta quarta-feira. Como nada mais, nada menos, do que sete desfalques, o comandante pode ter de improvisar nas duas laterais.

Léo Moura, Léo, André Santos e João Paulo estão machucados. Curiosamente esses são os quatro laterais inscritos pelo Flamengo para a Libertadores. Caso nenhum desses tenha condições de jogo é provável que Jayme de Almeida coloque Welinton na direita e Everton na esquerda, promovendo também a entrada do argentino Lucas Mugni.

– Serei honesto. Ainda nem parei para pensar no León. Primeiro foi o Emelec e vencemos, aí depois o Vasco já estava no caminho e amanhã (segunda) vamos analisar o León a fundo. É um time perigoso. Se nós jogarmos correndo o risco de tomar gols podemos ser surpreendidos. Vai ser uma pedreira daquelas, teremos de manter a cabeça no lugar - afirmou o técnico.

Vale lembrar que sem Cáceres, Elano e Hernane, o Flamengo tem se visto obrigado a escalar Amaral, Gabriel e Alecsandro. Com esse time, o Rubro-Negro se mantém vivo na Libertadores mesmo que à duras penas. Na quarta-feira, precisa vencer o León para classificar-se às oitavas de final da competição continental.

Vasco e Flamengo empatam em jogo brigado