icons.title signature.placeholder Rafael Valesi
28/02/2015
08:00

O Comitê Rio-2016 anunciou nesta semana por meio de seu presidente Carlos Arthur Nuzman que pretende instalar duas piras olímpicas nos Jogos Olímpicos, uma no Maracanã e outra no Estádio Nilton Santos, o Engenhão. A notícia, no entanto, ainda não chegou aos ouvidos do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Em entrevista à imprensa nesta sexta-feira, o diretor executivo do COI para Jogos Olímpicos, Christophe Dubi, disse que nada sabe sobre o projeto. Ao ser questionado por um jornalista durante a coletiva, ele fez cara de surpreso.

E MAIS:
>Operação Lava-Jato entra na pauta de reunião entre COI e Rio-2016
>COI diz que ainda acredita em meta de despoluição da Baía de Guanabara
>Vídeo 3D mostra andamento das obras e como ficará Parque Olímpico do Rio
>COI determina que Rio-2016 trabalhe com o estado para a despoluição da Baía de Guanabara
>Rio pode ter duas piras nos Jogos de 2016

- Não ouvi este plano ainda, isso não foi discutido. Vamos ver o que vai aparecer na mesa. Vamos ver os detalhes, tão logo tivermos alguma notícia nos posicionaremos - falou Dubi.

O projeto de dividir as piras foi pensado em razão do fato de o estádio que receberá a Cerimônia de Abertura da Rio-2016 (Maracanã) não ser o mesmo que o Estádio Olímpico (Estádio Nilton Santos).