icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/07/2014
20:32

O árbitro Wilton Pereira Sampaio, que apitou o clássico entre Flamengo e Botafogo, relatou na súmula da partida que Edilson e Emerson estariam impedidos de enfrentar o Rubro-Negro. Isso porque o árbitro consultou o Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) antes de a bola rolar. O problema é que o informativo estava desatualizado. Por isso, a situação trata-se apenas de uma confusão, uma vez que a dupla cumpriu a punição que recebeu do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Suspensos por um jogo por confusões no jogo contra o Grêmio, o atacante e o lateral não enfrentam o Coritiba, antes do jogo contra o Rubro-Negro.

Confira o que escreveu o árbitro na súmula do clássico de domingo: “Na imputação dos nomes dos atletas na súmula eletrônica antes do início da partida, constou que dois atletas do Botafogo (número 7 e 33) estariam impedidos de jogar por uma pendência no STJD. Deixamos o Botafogo ciente, mas o diretor do Botafogo, Sr. Adriano Polares, assumiu a responsabilidade e fez uma declaração de próprio punho conforme em anexo na súmula.”

O caso lembrou a confusão com o caso Héverton no fim do Campeonato Brasileiro do ano passado. Mesmo suspenso por um jogo, o atleta estaria apto a jogar de acordo com o BID e foi a campo na última rodada. Por isso, a Portuguesa foi punida com perda de pontos e acabou rebaixada.