icons.title signature.placeholder Bruno Quaresma
icons.title signature.placeholder Bruno Quaresma
05/07/2013
14:32

Adalberto Baptista, diretor de futebol do São Paulo, foi insultado por torcedores do clube no Morumbi, na última quarta-feira. O Tricolor foi derrotado em seu estádio para o Corinthians, por 2 a 1, pela Recopa Sul-Americana. O dirigente foi alvo dos são-paulinos quando deixava o local de onde costuma assistir aos jogos.

Apesar de estar cercado por seguranças, Adalberto tem de passar por uma área comum com a de torcedores, quando foi xingado e houve um princípio de tumulto. Muitos torcedores não estão satisfeitos com a gestão do diretor, que é alvo de muitas críticas.

Recentemente, em redes sociais, são-paulinos se mobilizaram para protestar contra o dirigente. Eles pediam a saída de Adalberto e fizeram do assunto um dos mais comentados no Twitter.

Baptista é o maior defensor de Ney Franco no São Paulo. Ele é quem segura o técnico diante da pressão que há internamente para a demissão há meses. A situação de Ney será definida nesta sexta-feira.

Adalberto Baptista, diretor de futebol do São Paulo, foi insultado por torcedores do clube no Morumbi, na última quarta-feira. O Tricolor foi derrotado em seu estádio para o Corinthians, por 2 a 1, pela Recopa Sul-Americana. O dirigente foi alvo dos são-paulinos quando deixava o local de onde costuma assistir aos jogos.

Apesar de estar cercado por seguranças, Adalberto tem de passar por uma área comum com a de torcedores, quando foi xingado e houve um princípio de tumulto. Muitos torcedores não estão satisfeitos com a gestão do diretor, que é alvo de muitas críticas.

Recentemente, em redes sociais, são-paulinos se mobilizaram para protestar contra o dirigente. Eles pediam a saída de Adalberto e fizeram do assunto um dos mais comentados no Twitter.

Baptista é o maior defensor de Ney Franco no São Paulo. Ele é quem segura o técnico diante da pressão que há internamente para a demissão há meses. A situação de Ney será definida nesta sexta-feira.