icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/04/2014
14:35

A torcida alvinegra atendeu aos pedidos dos jogadores e compareceu em ótimo número para empurrar o time para cima do Unión Española, nesta quarta, no Maraca. Apesar da grande festa nas arquibancadas, em campo, o time desafinou, perdendo por 1 a 0 e deixando em risco a classificação para as oitavas  de final da Libertadores. Confira uma lista com algumas causas do insucesso alvinegro.

1. Bolas altas na área, mesmo sem Tanque Ferreyra

Sem Ferreyra, suspenso, e com Henrique escalado no comando do ataque, o time manteve o estilo de jogo com constantes cruzamentos para a área. No fim, muitos erros e nenhum gol. Segundo o Footstats, ao todo foram 48 bolas cruzadas para a área, 37 delas erradas.


Sem Ferreyra, suspenso, Henrique foi o atacante escolhido para substituir o Tanque e não foi bem sucedido

2. Afobação e correria

Mesmo jogando em casa, com chances reais de garantir a classificação à próxima fase, o time jogou com a mesma afobação das partidas anteriores. Desta vez, faltou sorte e o time saiu derrotado, colocando a classificação em risco.


O uruguaio Lodeiro foi um dos jogadores que mais correram em campo ontem, mas não foi feliz nas jogadas

3. Pênalti mal marcado

Se o futebol apresentado pelo Botafogo não foi um primor, se não fosse o pênalti mal assinalado pelo árbitro uruguaio Mauricio Espionsa em favor dos chilenos, os alvinegros teriam conseguido pelo menos o empate.


Canales comemora o seu gol de pênalti mal marcado pelo árbitro, mas que deu a vitória ao Unión Española

4. Reflexo do planejamento

Elenco perdeu alguns jogadores, principalmente no ataque, e não foram repostos em tempo. Eduardo Hungaro precisou de opções para o setor ofensivo e não tinha. Em um ano de disputa da Copa Libertadores, que o clube não disputava há 17 anos, diretoria apostou em um treinador sem experiência.


Eduardo Hungaro não teve boas opções para mexer no time ontem, mas quando mexeu não fez escolhas certas

5. Falta de habilidade com o elenco

Devendo salários aos jogadores, em uma semana decisiva, jogadores fizeram paralizações antes de três treinamentos e cancelaram outro. Faltou sabedoria para tentar contornar a situação. Em campo, o time mostrou a desenvoltura e garra de sempre, mas foram fatos que poderiam ter sido evitados.


Na semana do jogo decisivo, jogadores se irritaram com os atrasos nos salários e a diretoria não conseguiu contornar

6. Time

Apesar de terem direito pleno de protestarem e reivindicarem seus direitos, os jogadores também não podem se eximir das responsabilidades. Alguns jogadores estão rendendo abaixo do esperado e precisam melhorar para que o time cresça com eles.


Jogadores do Botafogo reclamam com razão dos salários atrasados, mas em campo, não apresentaram bom futebol

7. Técnico e substituições

Na partida de quarta-feira, Eduardo Hungaro tirou Henrique, que mesmo não mostrando grande futebol, era opção melhor e mais ofensiva do que Ronny. O ex-jogador do Palmeiras está sem ritmo e sem entrosamento com os companheiros. Não deu certo. Em outra mudança, colocou Renato, aos 46 minutos do segundo tempo, no lugar de Julio Cesar. Ficou quatro minutos dando instruções para um jogador de 35 anos.


Eduardo Hungaro não tinha boas opções, mas quando mexeu no time, não foi feliz nas substituções

OPINIÃO DOS ESPECIALISTAS
Roberto Asaf
Colunista do LANCE!

O time do Botafogo insistiu nas bolas altas, mas não tinha centroavante. Se fizesse um gol. Mesmo jogando mal perdeu uns três gol. No futebol quem não faz leva. Não houve pênalti. Libertadores é assim, muitas vezes você fica na mão do árbitro. Acredito na classificação do Botafogo. Acredito que esta derrota mostrou para o Botafogo o que é a Libertadores.

O planejamento de jogar com time reserva é uma roubada, não resolve nada. Ficou provado ontem. A decisão de poupar jogadores no Estadual, a meu ver, foi equivocada. Jogador de futebol é ser humano, precisa estar em atividade. O Botafogo tem responsabilidade com sua torcida, em lutar por todos os títulos. Agora, não tem o Estadual e se complicou um pouco na Libertadores.