icons.title signature.placeholder Rodrigo Ciantar
icons.title signature.placeholder Rodrigo Ciantar
08/07/2013
18:00

A diretoria do Vasco esteve reunida em São Januário, nesta segunda-feira, para definir a situação do técnico Paulo Autuori. No encontro que teve início na parte da tarde, esteve presente a cúpula vascaína, com o presidente do clube, Roberto Dinamite, Ricardo Gomes, diretor-executivo de futebol, entre outros dirigentes. No entanto, durante as conversas a decisão sobre o futuro do treinador não foi anunciada. Às 19h, o presidente deixou as dependências de São Januário, mas não falou com a imprensa.

Uma conversa com Paulo Autuori estava inicialmente agendada para próxima terça-feira. Ainda assim, existe a possibilidade do encontro com Autuori nem sequer acontecer, até porque o treinador voltou de Caxias do Sul conversando com Ricardo Gomes por horas sobre a situação. Desta forma, seria questão apenas de oficializar a saída ou não. A imprensa foi proibida pela diretoria de entrar nas dependências de São Januário por conta da reunião. Há expectativa que até terça a diretoria anuncie oficialmente se Autuori de fato está desligado do clube.

Ao desembarcar no Rio de Janeiro, no início da tarde desta segunda-feira, no aeroporto do Galeão, Autuori disse que ainda não sabia quando seria a reunião e que naquele momento iria para a casa dele. Porém, na entrevista aos jornalistas presentes, deixou claro mais uma vez a insatisfação com as promessas não cumpridas pelo clube, como o acerto dos salários atrasados, e até deixou o caminho aberto para o São Paulo, que tem interesse em sua contratação.

MAIS:
- Diretoria do Vasco confirma reunião com Autuori, mas evita dar detalhes
- Muricy esbarra em salários e política, e Autuori ganha força no São Paulo

Caso a saída de Autuori seja de fato oficializada, algo que dificilmente não acontecerá, o mais cotado para assumir o time, pelo menos no clássico contra o Flamengo, é o auxiliar Jorge Luiz, com uma mãozinha do diretor Ricardo Gomes.

* Atualizada às 19h50

Mesmo discurso em 115 dias: Reveja cobranças de Autuori no Vasco

A diretoria do Vasco esteve reunida em São Januário, nesta segunda-feira, para definir a situação do técnico Paulo Autuori. No encontro que teve início na parte da tarde, esteve presente a cúpula vascaína, com o presidente do clube, Roberto Dinamite, Ricardo Gomes, diretor-executivo de futebol, entre outros dirigentes. No entanto, durante as conversas a decisão sobre o futuro do treinador não foi anunciada. Às 19h, o presidente deixou as dependências de São Januário, mas não falou com a imprensa.

Uma conversa com Paulo Autuori estava inicialmente agendada para próxima terça-feira. Ainda assim, existe a possibilidade do encontro com Autuori nem sequer acontecer, até porque o treinador voltou de Caxias do Sul conversando com Ricardo Gomes por horas sobre a situação. Desta forma, seria questão apenas de oficializar a saída ou não. A imprensa foi proibida pela diretoria de entrar nas dependências de São Januário por conta da reunião. Há expectativa que até terça a diretoria anuncie oficialmente se Autuori de fato está desligado do clube.

Ao desembarcar no Rio de Janeiro, no início da tarde desta segunda-feira, no aeroporto do Galeão, Autuori disse que ainda não sabia quando seria a reunião e que naquele momento iria para a casa dele. Porém, na entrevista aos jornalistas presentes, deixou claro mais uma vez a insatisfação com as promessas não cumpridas pelo clube, como o acerto dos salários atrasados, e até deixou o caminho aberto para o São Paulo, que tem interesse em sua contratação.

MAIS:
- Diretoria do Vasco confirma reunião com Autuori, mas evita dar detalhes
- Muricy esbarra em salários e política, e Autuori ganha força no São Paulo

Caso a saída de Autuori seja de fato oficializada, algo que dificilmente não acontecerá, o mais cotado para assumir o time, pelo menos no clássico contra o Flamengo, é o auxiliar Jorge Luiz, com uma mãozinha do diretor Ricardo Gomes.

* Atualizada às 19h50

Mesmo discurso em 115 dias: Reveja cobranças de Autuori no Vasco