icons.title signature.placeholder Gabriela Abrunheiro
27/03/2014
11:56

Na madrugada desta quinta-feira, três torcedores da Torcida Tricolor Independente, a maior facção organizada do São Paulo, foram abordados e espancados por um grupo de pessoas não identificadas, segundo informações registradas no Boletim de Ocorrência do incidente. Depois da eliminação do Tricolor para o Penapolense, os três esperavam perto de uma estação de metrô para voltar para casa.

Os torcedores estavam na Avenida Cásper Líbero, na Região Central de São Paulo, esperando a estação da Luz abrir. Às 2h20 da manhã, foram surpreendidos por um grupo de cerca de dez pessoas. Segundo apurou o LANCE!Net, os agressores estavam em dois carros e armados com barras de ferro e algo que parecia ser um cabo de enxada. Nenhum deles foi identificado.

As vítimas, todas maiores de idade, foram encaminhadas para o Hospital das Clínicas. Dois deles, com ferimentos leves, foram liberados. Entretanto, Charles Lemos Santos, de 25 anos, que chegou ao hospital com lesões graves, continua internado. Segundo a assessoria do HC, o quadro do torcedor segue estável e ele passa por exames. 

Foram apreendidos para perícia cinco barras de ferro, um objeto que se parece com um cabo de enxada e um uniforme de torcida organizada, que permanece em sigilo. A ocorrência foi registrada no 2º Departamento de Polícia como rixa e lesão corporal.

O caso se assemelha a agressão de torcedores são-paulinos a santistas, que culminou na morte de Márcio Barreto de Toledo em fevereiro. 

Após jogo morno, Penapolense elimina São Paulo nos pênaltis