icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/06/2014
16:35

Autor da denúncia do "mensalão do Vasco" - adesão em massa de sócios em abril de 2013 -, o grande benemérito do clube, Otávio Gomes, lançou a Chapa Azul para alfinetar Eurico Miranda, já que históricamente a chapa de Eurico sempre foi conhecida como chapa azul. Além disso, ela recusa previamente a candidatura à presidência do clube. Otávio, que defende Fernando Horta - presidente da Unidos da Tijuca - como candidato, fez questão de dizer que não irá se candidatar ao pleito, que acontece no dia 6 de agosto.

Otávio Gomes é o quarto a inscrever chapa paras as eleições no clube. Antes dele, a Vira Vasco, de Nelson Rocha, a Passa Limpo, de Tadeu Correia e a É Vasco, ainda sem candidato, foram inscritas para as eleições. A expectativa é de que Eurico Miranda e Eduardo Monteiro protocolem as respectivas chapas nos próximos dias.

O grande benemérito, Otávio Gomes, criou a chapa como forma de protesto em função de tudo que vem ocorrendo envolvendo as eleições do clube neste ano. Dentre elas, o caso do "mensalão", denunciado por ele mesmo.

O "mensalão"

No fim do ano passado, Otavio Gomes denunciou que havia um "mensalão" no Vasco, no qual candidatos à presidência financiavam novos sócios. Foi aberta uma sindicância para apurar os fatos e passar à Junta Deliberativa esta lista de sócios aptos a votar.

Na denúncia, constava que mais de três mil sócios se vincularam ao clube em abril do ano passando, sendo que 1.730 foram apenas em um dia. Suspeita-se que cerca de dois mil são ligados a Eurico Miranda e mil a Roberto Monteiro, também candidato.