icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/07/2013
20:08

Afastado por Ney Franco, Fabrício foi reintegrado pelo técnico Paulo Autuori. Mas outro volante também comemorou a chegada do novo comandante. Em 2005, Denilson teve a primeira oportunidade na equipe profissional graças ao recém-contratado treinador.

Com Autuori, o camisa 15 do Tricolor compôs o elenco campeão do Mundial de Clubes, após vitória por 1 a 0 na final diante do Liverpool (ING), gol de Mineiro.

- Autuori foi o treinador que enxergou potencial no meu futebol. Mesmo garoto, e com 17 anos, ele já confiava que pudesse render no profissional. A partir do momento que comecei a treinar com a equipe principal, minha carreira deslanchou e fui premiado com o título mundial. Sem dúvida, foi um técnico importante na minha carreira. Ele é uma pessoa que respeito demais, além de ser um treinador vitorioso, inclusive no próprio São Paulo - afirmou o jogador.

Agora, o volante torce pelo sucesso do treinador e que ele possa conduzir a equipe em mais conquistas para o clube do Morumbi.

- Competente e sério todo mundo sabe que ele é. Tomara que com o trabalho cheguem os títulos nacionais e internacionais. Tenho certeza que o torcedor guarda boas lembranças daquela época. Vamos fazer o possível para revivermos aquele período de conquistas - completou.

Afastado por Ney Franco, Fabrício foi reintegrado pelo técnico Paulo Autuori. Mas outro volante também comemorou a chegada do novo comandante. Em 2005, Denilson teve a primeira oportunidade na equipe profissional graças ao recém-contratado treinador.

Com Autuori, o camisa 15 do Tricolor compôs o elenco campeão do Mundial de Clubes, após vitória por 1 a 0 na final diante do Liverpool (ING), gol de Mineiro.

- Autuori foi o treinador que enxergou potencial no meu futebol. Mesmo garoto, e com 17 anos, ele já confiava que pudesse render no profissional. A partir do momento que comecei a treinar com a equipe principal, minha carreira deslanchou e fui premiado com o título mundial. Sem dúvida, foi um técnico importante na minha carreira. Ele é uma pessoa que respeito demais, além de ser um treinador vitorioso, inclusive no próprio São Paulo - afirmou o jogador.

Agora, o volante torce pelo sucesso do treinador e que ele possa conduzir a equipe em mais conquistas para o clube do Morumbi.

- Competente e sério todo mundo sabe que ele é. Tomara que com o trabalho cheguem os títulos nacionais e internacionais. Tenho certeza que o torcedor guarda boas lembranças daquela época. Vamos fazer o possível para revivermos aquele período de conquistas - completou.