icons.title signature.placeholder Bruno Quaresma e Marcio Porto
13/11/2013
12:46

O alívio de Denilson com o momento do São Paulo também passa por Rogério Ceni. São-paulino desde criança, o volante afirmou, no momento de crise, que o time precisava evitar o rebaixamento para não manchar a carreira do maior ídolo do clube.

Com o perigo longe e a possibilidade até de um título na Copa Sul-Americana, o camisa 15 é mais um fazer coro para que o Mito não para de jogar ao término de 2013:

– Espero que renove até porque, na realidade, o Rogério Ceni é o coração do time. Ele é o cara, capitão, líder, ele sabe se impor, ele é o cara. Está com 40 anos, mas chega todo dia cedo, faz o trabalho que tem para fazer, então merece tudo isso. Ele realmente sempre foi um atleta, e tenho orgulho de um dia poder dizer lá na frente para os meus filhos que joguei com esse cara.

Questionado se conseguiria imaginar o São Paulo sem a presença do Mito, Denilson rasgou ainda mais elogios a Rogério Ceni.

– Não, hoje não daria não. A personalidade que ele tem, e chamar a responsabilidade nas horas difíceis. Você vê o homem quando as coisas estão batendo na bunda e a pessoa tem de segurar a bronca. E o Rogério é isso, então ele merece respeito de todos os jogadores, de todos. E pelo que vai fazer ainda, porque tenho fé que ele vai renovar, vamos estar todo mundo fechados novamente para ter um ano mais maravilhoso do que 2013 – disse.

Denilson trata como um troféu uma camisa que ganhou de Rogério Ceni. O goleiro de 40 anos tem contrato até o fim da temporada e não tem falado sobre seu futuro. Antes, o Mito deixava claro que iria parar de jogar. Hoje, ele evita o assunto e diz que não é momento para se falar sobre isso. Rogério está focado em conquistar o bi da Sul-Americana.