icons.title signature.placeholder David Nascimento e Pedro Barboza
29/04/2014
20:22

O Conselho Deliberativo do Flamengo suspendeu a reunião para a votação dos balanços de 2012 e 2013, na noite desta terça-feira, na Gávea. A decisão aconteceu após questionamentos de conselheiros sobre os pareceres da auditoria aos documentos. A expectativa é a de que o órgão rubro-negro se reúna novamente apenas no dia 8 de maio.

– Alguns conselheiros foram na secretaria do Flamengo verificar os pareceres e alguns ainda não estavam disponíveis, gerando questionamentos. Achamos por bem abrir a pesquisa para todo mundo até o dia 8. Algumas contas sofreram adaptações entre os anos e para ser mais transparente decidimos pelo adiamento – afirmou Delair Dumbrosck, presidente do Deliberativo, em contato com a reportagem.

E MAIS!
> Flamengo empresta meia Rodolfo para Ponte Preta até fim da temporada
> Maldição da Copinha! Time campeão pelo Fla em 2011 ainda não despontou
> De Prima: CBF ignora ações em memória aos 20 anos da morte de Senna

Vale lembrar que o primeiro ano de gestão do presidente Eduardo Bandeira de Mello no Flamengo terminou financeiramente com déficit de R$ 19.512.492,00. De acordo com o verificado no balanço de 2013, o clube apresentou no ano uma receita líquida de R$ 259.175.417,00 e acumulou R$ 278.687.909,00 de despesa. Além disso, alguns números são interessantes de serem comparados entre o último ano de Patricia Amorim e o primeiro de Bandeira de Mello, como o déficit de 2012 maior em relação ao apresentado no ano passado – diferença de R$ 42.939.387,00.