icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2014
16:35

Companheiros de Assis no Fluminense, os ex-jogadores Duílio e Deley lamentaram bastante a morte do 'Carrasco'. Com dificuldade para falar sobre a falta que um dos ícones do Casal 20 fará, Deley somente afirmou que sem Assis, ele perde um irmão. Já Duílio pediu que as novas gerações mantenham a memória de um dos grandes ídolos do Flu na década de 80 viva.

- É muito difícil para mim falar sobre o Assis. Até peço desculpas, mas hoje me sinto como se tivesse perdido um irmão - declarou Deley, enquanto Duílio, com quem o "Carrasco" foi campeão brasileiro em 1984, destacou também que o ex-companheiro demonstrava sempre muita alegria, mesmo nos momentos mais difíceis.

- É uma notícia muito triste. Dói mais porque ainda não tínhamos nos recuperado da perda do Washington (falecido em maio deste ano) e sofremos outro baque. O Assis era um cara muito do bem, estava sempre sorrindo e pronto para ajudar os amigos. Sou muito grato a ele e vou lutar para que a memória dele seja lembrada para sempre. A juventude que hoje começa no futebol deve sempre lembrar do Assis - afirmou o ex-zagueiro.

No dia 29 de maio, Assis esteve ao lado de Duílio e outros ex-jogadores em comemoração dos 30 anos do título brasileiro do Fluminense, em 1984.O ex-jogador sofria de um problema de insuficiência renal e estava internado em um hospital em Curitiba desde a última quinta-feira, mas preferiu manter a informação apenas entre os familiares, que respeitaram a decisão de Assis.


No dia 29 de maio, Assis (o segundo da direita para a esquerda) comemorou os 30 do título brasileiro do Fluminense, em 1984 (Foto: Bruno Haddad/FFC)